Menu Principal

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Belo Horizonte e Arredores - MG

[Dicas de Roteiro - Ano de 2016]


Resolvi fazer esse post com algumas dicas de Belo Horizonte, carinhosamente chamada por nós de Beagá (BH) ou Belzonte, porque vejo que muitos viajantes de outros Estados que passam por aqui apenas dão uma passada no Mercado Central e na Lagoa da Pampulha e já partem direto para as Cidades Históricas, deixando de conhecer muita coisa legal que existe por aqui. Com as dicas abaixo espero ajudá-los e assim fazer com que a sua experiência de viagem por essas bandas fique bem mais completa.

A parte de Belzonte foi uma brincadeira, nunca diga para um mineiro que está indo ou que está em Belzonte que ele ficará com raiva de você!
Por que ir?

Belo Horizonte é uma cidade muito grande, completa e cheia de atrativos interessantes para se fazer, tanto no Centro como em suas redondezas. 

No Centro é possível contemplar a natureza, mesmo estando bem próximo do Centro Urbano, comer e se divertir nos infindáveis bares da nossa capital, curtir a sua agitada vida noturna, visitar alguns dos diversos museus e teatros espalhados pela cidade e ainda realizar muitas compras, seja nas feiras, nas diversas lojas espalhadas pelo Centro ou nos Shoppings. Além disso, ainda existem muitos parques bastante arborizados e até um Zoológico, que é bem completo e ainda conta com um jardim botânico muito lindo. Também o que não falta são atrações para a criançada.

Em suas redondezas (cidades limítrofes ou próximas de BH), sem pensar muito, já podemos dar destaque para alguns lugares como o(a) Serra da Moeda, Vale Verde Alambique e Parque Ecológico, Instituto de Arte Contemporânea de Inhotim, Macacos, Serra do Cipó e muitos outros lugares.

Outro ponto importante é que saindo da capital podemos visitar diversos outros cartões postais mineiros e até seguir para outros Estados brasileiros. Abaixo listei os principais cartões mineiros, sendo que é possível chegar até a maioria deles diretamente ou partir da capital para uma cidade próxima e por fim na cidade que você escolheu como destino.

- Circuito das Cidades Históricas: Diamantina, Mariana, Ouro Preto, São João Del Rei, Tiradentes;
- Circuito das Águas: Araxá, Baependi, Cambuquira, Caxambu, Lambari, São Lourenço, Soledade de Minas;
- Região do Lago de Furnas: Capitólio;
- Sul de Minas: Airuroca, Extrema, Gonçalves, Passa Quatro;
- Além de Belo Horizonte, as seguintes cidades fazem parte do Turismo de Negócios e Eventos: Ipatinga, Juiz de Fora, São Lourenço e Poços de Caldas;
- Que não se encaixam nos circuitos acima ainda temos o Santuário do Caraça (Barão de Cocais) e São Thomé das Letras.

Partindo de BH ainda é possível visitar:

- Gruta do Maquiné (Codisburgo), Gruta da Lapinha (Lagoa Santa) e Gruta do Rei do Mato (Sete Lagoas);

Da Capital também é possível ir diretamente para algum Parque Nacional ou pelo menos partir para alguma cidade próxima e dessa cidade para um dos parques abaixo:

- Parque Nacional da Serra da Canastra, Parque Estadual do Ibitipoca, Parque Estadual de Nova Baden, Parque do Itacolomi, Parque da Serra do Rola-Moça, Parque Estadual do Rio Preto e Parque do Rio Doce.

E não para por aí! Minas Gerais é um Estado muito completo e ainda conta com dezenas de cidades que são bem interessantes, mas não conheço ou não lembro por hora. Porém não tem problema, porque o foco do momento será apenas a Cidade de Belo Horizonte e sua região limítrofe.

Fontes Pesquisadas:

Como chegar em BH?

:: De Avião ::

- Belo Horizonte recebe voos diários das principais capitais do país e possui dois aeroportos importantes, o de Confins (Nome: Aeroporto Internacional Tancredo Neves), localizado a 30 km de distância do Centro de BH, que fica por conta de receber a grande maioria dos voos nacionais e também todos os internacionais que chegam e partem da Capital, e o da Pampulha (Nome: Carlos Drummond de Andrade), localizado a 20 km do Centro, que é encarregado de realizar alguns voos regionais.

O Aeroporto da Pampulha é bem tranquilo, está praticamente dentro da cidade e basta perguntar para alguém sobre algum ônibus que vá para o Centro que você não enfrentará maiores problemas (além do trânsito agarrado em horários de pico). Já o Aeroporto de Confins é bem fora de mão e bem longe do Centro, exigindo mais paciência do visitante. Para ir (ou voltar) dele tem-se as seguintes opções:

- Pegar um ônibus da Linha Conexão Aeroporto, da Unir:
:: Essa opção vai de Confins até a Rua Álvares Cabral, na região da Savassi. O tempo de viagem é de aproximadamente 50 minutos, mas o ônibus tem ar condicionado e internet grátis, para maior comodidade. O custo da viagem é de cerca de R$ 20,00. Pode-se comprar a passagem na hora do embarque.

- Ônibus convencional, da Unir:
:: Esse ônibus parte da Rodoviária de Belo Horizonte e, saindo de Confins desembarca também na Rodoviária. A passagem custa cerca de R$ 9,00 e os ônibus não tem ar condicionado. O tempo de viagem é o mesmo e em determinados horários ele passa também pelo Aeroporto da Pampulha.

Notas: Para utilizar esse transporte ao sair de Confins, você deve sair no desembarque e atravessar o estacionamento em uma passarela coberta até chegar à pista externa.

Para ir da Rodoviária ao Aeroporto de Confins compre suas passagens no guichê da Unir, dentro da Rodoviária. Para ir do Aeroporto à Rodoviária, compre suas passagens no guichê da empresa ao lado do ponto de parada do ônibus.

- Ônibus Urbano:
Linha 5252/5271: Aeroporto Internacional de Confins – Rodoviária de BH

Local de Embarque no Aeroporto: Final da passarela de pedestres do estacionamento, na pista externa do aeroporto.
Tarifa: R$ 7,05 (No início de 2015)
Tempo previsto do percurso: aproximadamente 1h15min.

O trajeto que vai da Rodoviária até o Aeroporto de Confins pega todas as áreas caóticas de trânsito da cidade, por isso é bom sair com bastante antecedência!

- Transfer / Translados:
Algumas empresas fornecem translado de Confins para o Centro de Belo Horizonte ou Cidades próximas, segue-se o link:

Tour Guide Brasil
Obs.: Translados para Ouro Preto, Tiradentes ou Centro de Belo Horizonte a partir do Aeroporto de Confins ou da Pampulha.

Rumo Certo Turismo
Tel.: (31) 9301-5348
Obs.: O Trajeto do Aeroporto de Confins para o Centro de BH fica em torno de R$ 100,00. (Talvez diminuam um pouco se chorar um pouco!)

- Táxi:

Táxi Especial

Coopertramo
Tel.: (31) 3689-2040
Cootramo
Tel.: (31) 3689-2352

Táxi Comum

Cooperfins
Tel.: (31) 3689-2113
Minas Táxi
Tel.: (31) 3689-2349

Prepare o Bolso, porque o trajeto custa em torno de R$ 100,00. (Ou mais! ... Se der bobeira com o taxista!)

:: De Ônibus ::

Algumas grandes Empresas de Ônibus, como a Gontijo, Útil e Cometa atuam por aqui recebendo muitos turistas que vêm ou vão do Rio e São Paulo.

Um site interessante para realizar sua pesquisa é o Busca Ônibus, no link abaixo:


Obs.: Basta ir no topo do site e ali colocar a origem e destino, a data e ver quanto fica a sua passagem. Localidades muito distantes, como o Rio Branco (Acre), por exemplo, não possuem itinerário de ônibus de lá até BH.

Link de outras empresas de ônibus:

Viação Gontijo:
http://www.gontijo.com.br/
Obs.: Tem Ônibus partindo de São Paulo.

Útil:
http://www.util.com.br
Obs.: Tem Ônibus partindo do Rio de Janeiro.

Cometa:
http://viacaocometa.com.br
Obs.: Tem Ônibus partindo tanto do Rio quanto de São Paulo.

Rodoviária de Belo Horizonte:
https://rodoviariaonline.com.br/rodoviaria/belo-horizonte/

:: De Carro ou Moto ::

- Vindo do Rio de Janeiro, acesso pela BR-040;
- Vindo de São Paulo, acesso pela BR-381;
- Vindo do Espírito Santo, acesso pela BR-262;

Fontes Pesquisadas:
http://www.aeroportoconfins.net/transporte-onibus-aeroporto-confins-bh
http://www.feriasbrasil.com.br/mg/belohorizonte/comochegar.cfm
http://www.melhoresdestinos.com.br/aeroportos-belo-horizonte.html
http://dicasdomundo.com.br/d/belohorizonte/transporte-aeroporto-belo-horizonte-179
http://www.buscaonibus.com.br/destinos/mg/belo-horizonte

Quando Ir?

A Cidade pode ser visitada o ano inteiro, mas o que faz de BH ser especial é o fato de ser um excelente ponto de partida para outras cidades mineiras, por isso é melhor considerar o clima dos lugares que você pretende ir, e não o da capital em si. Dependendo da distância o clima costuma variar bastante de um lugar para o outro dentro de Minas Gerais. Na capital o verão costuma ser o período das chuvas, e o inverno, da seca.

Janeiro até Início de Março

- Campanha de Popularização do Teatro e da Dança: Todos os anos Belo Horizonte recebe entre os meses de Janeiro e Março essa campanha, promovida pelo Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais - SINPARC. São mais de 100 espetáculos adultos, infantis e de dança apresentados em vários teatros e espaços culturais da capital, com ingressos e preços populares.

Abril e Maio

- Comida di Buteco: Um dos eventos mais concorridos e deliciosos da capital mineira é o Festival Comida di Buteco. Nele, dezenas de bares participam do concurso, que premia os melhores botequins da cidade, levando em conta os seguintes itens: tira-gosto, atendimento, higiene e temperatura da bebida (cerveja e refrigerante). Os votos são dados pelo público durante os dias do evento e também por um corpo de jurados formado por profissionais da gastronomia, boêmios famosos e formadores de opinião.

- Festival Internacional de Teatro: Em maio, esse festival trás à capital diversas atrações internacionais, nacionais e locais. As apresentações acontecem em todas as nove regionais da cidade. Costuma acontecer em espaços abertos (ruas, praças e parques) e é totalmente gratuita. Já as apresentações em palcos e espaços alternativos contam com ingressos vendidos a preços populares. Além da extensa grade de espetáculos, o público conta com a programação dos Eventos Especiais. São exposições, debates, workshops e atividades destinadas para a formação e atualização de profissionais de artes cênicas.

Meados de Novembro até Final de Dezembro

- Decoração de Natal na Praça da Liberdade: A Praça fica totalmente enfeitada e iluminada para o natal com milhares de micro-lâmpadas de Led, Snow Fall (que faz a simulação de neve nas árvores e fica enfeitada com os principais símbolos do natal, como presépio, trenó e papai noel.

Az luzes costumam acender depois das 19:00h e em determinados períodos ainda oferecem diversas atrações gratuitas, como palhaços, mímicos, grupos de teatro e também oferecem palestras, sendo um programa excelente para a criançada. A iluminação também é feita em outros pontos da cidade, como a sede da Cemig, a Avenida Barbacena, a Cidade Administrativa, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e o Palácio da Justiça, na Avenida Afonso Pena.


Praça da Liberdade enfeitada para o Natal em 2013
Praça da Liberdade enfeitada para o Natal em 2014
Caminhão da Coca-Cola em 2013:


Obs.: Em 2013, por exemplo, pude contemplar o Caminhão enfeitado da Coca-Cola perambulando pela Praça da Liberdade e tocando essa musiquinha, simplesmente muito legal!

Virada do Ano




- Show de Fogos na Lagoa da Pampulha: É um evento que entrou para o Calendário Oficial de Belo Horizonte, milhares de pessoas se reúnem para a virada do ano, que é celebrada com um espetáculo pirotécnico com muitos efeitos especiais. No ano passado (2014), essa queima dos fogos durou cerca de 15 minutos.

Fontes Pesquisadas:
http://www.feriasbrasil.com.br/mg/belohorizonte/quandoir.cfm
http://www.belohorizonte.mg.gov.br/pra-curtir-bh/campanha-de-popularizacao-do-teatro-e-da-danca
http://www.viajenaviagem.com/destino/belo-horizonte
http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=fundacaocultura&tax=24505&lang=pt_BR&pg=5520&taxp=0
http://globotv.globo.com/rede-globo/mgtv-2a-edicao/v/praca-da-liberdade-recebe-iluminacao-especial-de-natal/3802798/
http://www2.em.com.br/app/noticia/especiais/reveillontvalterosa/noticias/2015/01/01/noticias_internas_reveillon_tv_alterosa,593325/show-de-fogos-emociona-publico-na-lagoa-da-pampulha.shtml
http://www2.em.com.br/especiais/reveillontvalterosa/

Onde se Hospedar?

A Hotelaria de Belo Horizonte é basicamente voltada para o turismo de negócios, e a cidade é muito grande, por isso deve-se ter atenção especial na hora que estiver escolhendo sua hospedagem.
Centro


O Centro de Belo Horizonte recebeu muitas reformas nessa última década e está bem diferente de como era antes, o que pode causar certa estranheza a um visitante que passou por aqui há mais de 10 anos. Possui acesso fácil a Rodoviária, ao Metrô, ao Sistema do MOVE Metropolitano e ao Terminal Turístico JK.


Praça Sete, Belo Horizonte
Os Hotéis do Centro são mais antigos e baratos do que os da Região da Savassi e Lourdes. Se ficar nessa região evite a parte de baixo da Praça Sete, ao redor da Rodoviária (principalmente em regiões mais próximas ao Viaduto Santa Tereza). Subindo o Parque Municipal, nas Ruas Espírito Santo e Bahia existem Hotéis que estão muito bem localizados. Aqui você estará hospedado perto do Palácio das Artes, da Feira de Artesanato (que ocorre ali aos domingos) e com apenas um ônibus (ou com muita paciência para andar mais de meia hora a pé) chegará à Praça da Liberdade e ao Bairro Savassi.
Pampulha


Aqui você está próximo de um dos principais cartões postais da cidade, a Lagoa da Pampulha, que foi projetada por Oscar Niemeyer durante a Gestão de Juscelino Kubtschek nas décadas de 30 e 40. A Lagoa possui 18km de orla e ainda conta com outras atrações que estão relativamente próximas, como o Jardim Zoológico de Belo Horizonte, o Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), o Ginásio Mineirinho, o Parque Guanabara, a Igreja de São Francisco de Assis e o Museu de Arte da Pampulha. A lagoa da Pampulha também é palco de grandes eventos esportivos como a Volta Internacional da Pampulha, entre outras competições nacionais e internacionais.


Orla da Lagoa da Pampulha, Belo Horizonte
ATENÇÃO!

Se estiver procurando hospedagem por esse região fique atento a uma coisa: Dizer que você está "Hospedado na Pampulha" significa algo muito mais amplo, isto é, a Pampulha abriga 57 bairros e cerca de 150 mil moradores nessa parte da cidade.

Alguns bairros que podem ser indicados são o(a):

- Bairro Ouro Preto: Localizado perto da Av. Fleming, possui vários bares e restaurantes e está há uns 15 minutos de caminhada do Mineirão e da Lagoa da Pampulha;
- Bairro São Luiz: Está localizado ao lado do Mineirão e da UFMG;

- Na Orla da Lagoa surgiram muitos Hotéis e Hostels por conta da Copa do Mundo, mas se optar por eles tem que ficar esperto porque o transporte chega a ser uma dor de cabeça a parte devido às poucas Linhas de Ônibus que ligam a Orla ao Centro.


Lourdes


É um Bairro Residencial de classe média alta. Fica dentro da Av. do Contorno e fez parte do projeto inicial de Belo Horizonte. Está pertinho da Savassi e inclui a Praça da Liberdade. Basta um ônibus para chegar ao Centro da Cidade.


Av. do Contorno, Bairro Lourdes - BH
Savassi


Hospede por aqui se você gostar de agito. Por toda a região há diversos bares e restaurantes famosos, além de algumas boates. Também aproveite para dar uma caminhada na Praça da Liberdade, um dos lugares mais bonitos da cidade. É muito limpa e segura e está a apenas 10 minutos de bus do Centro.


Savassi, Belo horizonte
Belvedere


É um dos Bairros mais novos da capital mineira e atualmente possui um dos metros quadrados mais caros de Belo Horizonte. Fica relativamente próximo da Savassi (cerca de 10 minutos de carro ou entre 20 e 30 de ônibus). Possui fácil acesso até Macacos (Nova Lima), Lavras Novas e para a Serra da Moeda, além de ser excelente para chegar de carro até Inhotim, embora não seja a rota mais comum. Também é um ponto de saída para algumas das cidades históricas mais importantes do Estado, como Ouro Preto, Mariana, Tiradentes e São João Del Rei.


Bairro Belvedere, próximo ao BH Shopping
Fique atento que o Belvedere está muito distante da região da Pampulha, então caso queira assistir um jogo no Mineirão, por exemplo, opte pelo Centro ou por outros Bairros que estão mais próximos. Num dia com o trânsito o deslocamento do Belvedere até a Pampulha costuma durar pouco mais de 1:30h.


Venda Nova


SESC Venda Nova - Centro de Turismo, Belo Horizonte - MG
Outra opção que também oferece conforto e lazer para a família é o Sesc Venda Nova - Centro de Turismo - que está a 17 km do Centro de Belo Horizonte. As opções de lazer se estendem pelo Parque Aquático, com duchas, piscinas para hóspedes, piscinas para os clientes day-use, campos de futebol, quadras de vôlei, peteca e futsal, ginásio poliesportivo, recreação infantil, trilha e atividades culturais, conforme programação da unidade. O Sesc Venda Nova conta, ainda, com estrutura de churrasqueiras, restaurante e lanchonetes.

Link da Hospedagem:
http://www.sescmg.com.br/wps/portal/sescmg/unidades/hospedagem/sesc_pousada_venda_nova

Notas: Vale lembrar que quem é comerciário e possui a carteirinha ainda ganha 15% de desconto ao fechar passeios e Hospedagens pelo SESC.

Hostels

Se você é um viajante econômico, tente procurar por Hostels, mas não deixe de seguir as dicas acima e tome cuidado para não ficar muito longe de onde você deseja ou em uma região que não seja tão segura.

Sites de Procura

Para procurar algum lugar em conta, não deixe de procurar a sua hospedagem também em sites como Trivago ou Booking, isso pode te ajudar e fazer com que economize um bom dinheiro.

Fontes Pesquisadas:
http://www.viajenaviagem.com/destino/belo-horizonte
http://www.360meridianos.com/2014/05/onde-ficar-em-belo-horizonte.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Lagoa_da_Pampulha

Como Circular por Belo Horizonte?

Para quem tem veículo próprio ou alugou o seu veículo não há problema, basta consultar o seu GPS e seguir direto para os destinos que deseja, só precisa estar preparado porque o preço do estacionamento por aqui é absurdamente caro. já quem não possui condução pode optar pelo serviço de ônibus e também do Metrô para chegar até a grande maioria dos atrativos.

O Táxi por aqui também é bem salgado e paga-se muito caro mesmo para corridas bem curtas, por exemplo, ir do Parque Municipal até a Praça da Savassi pode custar mais de R$ 20,00 no táxi, mesmo que essa distância seja ínfima.


Um dos Terminais do Move Metropolitano, no extremo centro de Belo Horizonte
Outra atenção que o visitante deve ter ao andar por aqui é quanto ao uso do Move Metropolitano, que foi projetado com a promessa de melhorar a mobilidade urbana e o "conforto" dos passageiros (através do ar condicionado e de ônibus maiores, teoricamente mais bem equipados e visivelmente mais bonitos), mas falhou completamente e a realidade é um verdadeiro fiasco.

Os ônibus do Move possuem apenas metade dos bancos se comparados a um coletivo tradicional, direto o ar condicionado não funciona, a qualidade dos poucos bancos existentes é bem ruim e frequentemente ficam tremendo muito, o que incomoda bastante durante a viagem. Vez e outra as portas não funcionam ou estão com algum problema, em muitos ônibus você literalmente não consegue ver o que está do lado de fora porque os vidros são escuros e somado a tudo isso a grande maioria desses ônibus quase sempre está super mega blaster abarrotada de gente, fazendo com que cada translado seja uma verdadeira tortura.

A passagem normalmente custa próximo de R$ 4,00. Se estiver no Centro, NÃO ENTRE NAS CABINES DO MOVE PRÓXIMOS DA RODOVIÁRIA, porque você passará muita raiva e poderá perder mais de 1:30h do seu precioso tempo apenas tentando comprar o bilhete, caso não tenha o cartão BH Bus.
Obs.: Pode usá-lo tranquilamente nos fins de semana e feriados porque nesses dias o movimento por aqui costuma ser bem mais tranquilo.

Nos dias de semana, tente usar o MOVE somente no caminho de volta ou de outras regiões que não sejam do Extremo Centro de BH (próximo da Rodoviária). Na volta não há tanto problema porque as filas para comprar o bilhete são bem menores e por isso o seu estresse também será bem menor, e como os MOVES andam a maior parte de seus percursos em vias exclusivas, acaba que diminui um pouco no seu tempo de viagem.



Quando estiver dentro de uma cabine do Move preste muita atenção, principalmente se a porta da cabine estiver com algum problema ou ficar aberta o tempo todo [Isso acontece direto na Cabine do MOVE!]. Resista a tentação de colocar a cabeça para fora da janela para ver se algum Move está passando, isso pode ocasionar um acidente gravíssimo ou até fatal.

Fique atento quando estiver saindo da Cabine do MOVE no Centro. As cores do passeio e da área onde os Ônibus passam possuem cores muito parecidas e ainda não há nenhum desnível, o que pode fazer com que você se distraia e atravesse as ruas sem prestar muita atenção achando que também fazer parte do passeio, o que novamente, já ocasionou alguns acidentes gravíssimos e também fatais.

Abaixo estão algumas notícias de acidentes no Move Metropolitano de BH:

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/12/25/interna_gerais,602428/homem-e-atingido-por-onibus-e-atropelado-em-estacao-do-move.shtml
http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/12/26/interna_gerais,602562/perigo-real-e-permanente.shtml

Se precisar de realizar outro deslocamento para chegar ao seu destino pode pegar outro ônibus tranquilamente que perguntando aos outros (ou ao trocador) tenho certeza que vocês conseguirão chegar a praticamente qualquer lugar de BH com muita facilidade.

REFERENCIAIS IMPORTANTES:

Para que você não fique facilmente perdido no Centro, abaixo estou colocando um mapa em que há algumas referências importantes. Assim ficará mais fácil de se orientar ao andar por aqui, pois eles são pontos importantes, que todo mundo conhece e que deles você poderá partir para outros lugares interessantes da cidade.




  1. Rodoviária de Belo Horizonte: Se tiver vindo de Ônibus, existe uma grande possibilidade de ser o seu local de desembarque;
  2. Praça Sete: Certamente o referencial mais conhecido da capital, caso esteja com alguma dúvida de onde está pode usar a Praça Sete como um referencial bem importante.
  3. Parque Municipal de Belo Horizonte: Outro referencial muito importante e conhecido na capital: Só tome cuidado com uma coisa: Descendo a Av. Assis Chateaubriand com acesso à Av. dos Andradas está o Viaduto Santa Tereza, que pelo menos ao meu ver é o lugar mais sujo, feio e perigoso de BH. Então tome cuidado ao andar por ali, principalmente durante à noite.
  4. Praça Raul Soares: Dois locais importantes que estão próximos daqui são o Mercado Central e o Terminal Turístico JK;
  5. Praça da Liberdade: Outro ponto turístico importante da capital, muitos dizem que é um dos lugares mais bonitos de BH, mas também é excelente para ir até outros pontos da cidade.
  6. Estação Lagoinha do Metrô: Esse terminal do Metrô tem acesso para a Rodoviária de Belo Horizonte, pode ser bem útil para ir até alguns outros lugares da cidade.
  7. Estação Central do Metrô: Esse é outro acesso da Estação do Metrô de Belo Horizonte.
  8. Corredor do Move Centro: Aqui é onde está dos Terminais do Move com acesso mais próximo à rodoviária.
Precauções ao Andar por Belo Horizonte

Infelizmente, como na grande maioria das cidades Brasileiras, BH também foi afetada pela crescente violência nos últimos anos, por isso, se estiver andando pelo Centro é recomendado que tenha menos dinheiro em mãos e mais em sua conta corrente. Praticamente todos os Estabelecimentos Comerciais aceitam cartão e ter menos dinheiro em mãos ao andar pelo Centro não será um problema.

Já grande parte dos Destinos Turísticos, seja nos Arredores de BH ou em outras cidades quase nunca aceitam cartão, por isso é melhor andar nesses locais com dinheiro vivo mesmo, assim você não passará aperto.

O que fazer em Belo Horizonte?

Como dito lá no início, o que não faltam são atrações e coisas para se fazer por aqui, para facilitar na visualização estarei dividindo tudo por subtítulos, assim você poderá pesquisar direto pelas áreas que tenha mais interesse. Para facilitar na sua procura, estarei colocando sempre o endereço do local, tendo como base referencial a Rodoviária de Belo Horizonte, a Praça Sete, o Parque Municipal ou a Praça da Liberdade, que são pontos que todo mundo por aqui conhece e deles é fácil de se partir para outros pontos da cidade.

Os subtítulos estão na seguinte ordem:

BH
  • Compras;
  • Diversão com os Pequenos;
  • Parques;
  • Circuitos Culturais;
  • Lagoa da Pampulha;
  • Futebol e Cerveja;
  • Turismo de Saúde em BH;
Região Limítrofe de BH
  • Contagem;
  • Serra da Moeda;
  • Santuário da Piedade, Caeté;
  • Brumadinho: Museu de Arte Contemporânea de Inhotim;
  • Betim: Vale Verde Alambique e Parque Ecológico;
  • Serra do Cipó, Santana do Riacho;
  • Macacos, Nova Lima;
  • Sete Lagoas: Gruta do Rei do Mato;
  • Codisburgo: Gruta de Maquiné.
COMPRAS

O comércio daqui é bem amplo, vendendo desde artesanatos e frutas até pedras preciosas e equipamentos para computador. Merecem destaque as roupas e acessórios - Belo Horizonte é um dos principais polos de moda do país - O Barreiro está repleto de roupas "em conta", enquanto na Savassi as lojas femininas estão repletas de artigos moderninhos, já se prefere roupas de alto padrão social vá até o Belvedere. Para quem curte antiguidades e objetos de decoração, todos os caminhos levam ao Bairro Lourdes, repleto de brechós e simpáticas lojinhas.

Feiras:

As feirinhas também fazem sucesso. Entre as mais concorridas estão:


Feira da Av. Afonso Pena, Belo Horizonte
- a da Av. Afonso Pena, aos domingos [Localização: próximo ao Parque Municipal de Belo Horizonte]. Obs.: Muitos por aqui a chamam de Feira Hippie de BH - porém não tem nenhum Hippie por lá.


Orientações:
- A partir da Rodoviária é bem fácil, basta andar um pouco, se for com o passo mais rápido você terá uma chance de chegar lá com apenas uns 15 minutos.

O que tem nessa feira:
- Aqui você pode encontrar Artes, Bijouterias, Brinquedos, Bolsas e Calçados, Móveis e Decoração, Roupas, dentre outras coisas. E também a culinária não fica de fora, a feira também oferece diversos tipos de petiscos como churrasquinhos, sanduíches, caldos e salgados.

Lembrete:
- Essa feira ocorre em todos os Domingos do Ano, mesmo que seja feriado, das 7 às 14 horas.


Feira Tom Jobim, Belo Horizonte
- a de antiguidades, ou Feira Tom Jobim (Localização Temporária: Av. Carandaí entre a Av. Brasil e rua Ceará) nas manhãs de sábado;


Orientações:
- Considerando que você está na Praça Sete, Basta atravessar o Parque Muncipal pela Av. Afonso Pena e seguir até a Av. Carandaí após andar mais um bocadinho que você chegará até lá facilmente.

O que tem nessa feira:
- Reúne mais de 20 barracas de comidas típicas e vários expositores de antiguidades, peças de decoração e arte. A parte gastronômica da feira vai de comida mineira à indiana, passando por acarajés, churrascos, sanduíches e outras coisas. Um bar a céu aberto garante cerveja gelada o dia inteiro. Bandas de MPB, Choro e Samba costumam se apresentar nesse local.

Lembrete:
- Essa feira só ocorre aos Sábados.


Hippies na Praça Sete de Setembro, Belo Horizonte
Já que está por aqui, aproveite também a Praça Sete, que não é bem uma feira (por volta dela sempre ficam Hippies vendendo brincos e colares e vez ou outra há até uma ou outra tribo indígena que vendem seus produtos por ali).



Orientações:
- A partir da Rodoviária é bem fácil, basta andar um pouco, se for com o passo mais rápido você terá uma chance de chegar lá com apenas uns 10 minutos.


Praça Sete de Setembro, Belo Horizonte
Notas: Considere esse local como o seu principal referencial caso esteja perdido, todo mundo conhece esse lugar e a partir daqui é possível ir para praticamente qualquer outro lugar de Belo Horizonte.




Feira do Mineirinho, Pampulha - BH
- a Feira Mineira, no Mineirinho (Localização: Pampulha, ao lado do Mineirão). Além de arte e artesanato, reúnem barraquinhas de comida para todos os gostos!

Para chegar nessa feira com mais facilidade, imaginando que você está no Centro, faça o seguinte:

Ande até ficar em frente à Praça da Estação (onde está a Estação Central do Metrô de BH), mas não entre no metrô, vá até um dos dois pontos de ônibus que há na parte de fora e pergunte para as pessoas (ou para os motoristas mesmo) se o ônibus vai para o Mineirinho que não tem erro, será bem mais fácil, barato e menos custoso de chegar.


Ao descer do bus basta andar até chegar no Mineirinho.

Orientações:
- Evite usar o Sistema do MOVE na ida para não ter dor de cabeça, se quiser pode usá-lo na volta tranquilamente.

O que tem nessa feira:
- A feira traz artesanatos, bijuterias, vestuários, bolsas, calçados, comidas típicas, música ao vivo e muito mais.

Lembrete:
- Essa feira ocorre às quintas-feiras, das 17:00 às 22:00h e aos domingos, das 8:00 às 17:00h.

Fontes Pesquisadas:
http://www.feirahippie.com/
http://www.guiabh.com.br/gratis/feira-tom-jobim
http://www.destemperados.com.br/experiencias/6-motivos-para-se-apaixonar-pela-feira-tom-jobim
http://www.guiabh.com.br/programacao/feira-do-mineirinho

Galerias:


- Mercado Central de Belo Horizonte -


Mercado Central de Belo Horizonte
Certamente um dos lugares mais conhecidos pelos viajantes que visitam Belo Horizonte, o Mercado Central de Belo Horizonte possui acesso muito fácil a rodoviária e ao Sistema do MOVE Metropolitano.





Ele é equipado com cerca de 450 lojinhas que vendem de tudo: panelas, louças, cachaças, comida, tempero, artesanatos, queijos, doces em geral e até animais vivos são vendidos por aqui. Continua fazendo parte do cotidiano dos Belo Horizontinos, recebendo em torno de 30 mil visiantes por dia. Só esteja preparado para a muvuca por que esse lugar vive realmente abarrotado de gente.


- Imaginando que você está na Rodoviária de Belo Horizonte, basta descer a rua até chegar próximo da Praça Raul Soares que chegará lá rapidamente.

Lembrete:
- Vale lembrar que existem dois Mercados Centrais de BH, o Velho e o Novo, cada um com sua particularidade, bem pertinho um do outro.


- Galeria do Ouvidor -


Galeria do Ouvidor, Belo Horizonte
Também está bem localizado no Centro, possui mais de 300 lojas com variedades incríveis para todos os públicos, principalmente para os artesãos. É considerado o segundo ponto referencial de BH, estando atrás somente do Mercado Central.



No link abaixo está uma lista do que é possível comprar nessa galeria:
http://umamorentreasminasgerais.blogspot.com.br/2014/04/galeria-do-ouvidor-bh-e-suas-lojas.html


Horário de Funcionamento:
- De Segunda à Sexta-feira de 9:00 às 19:00h e aos Sábados, de 9:00 às 14:00h.

Shopping Centers:

A Cidade também conta com vários Shoppings Centers:

Shopping Cidade: Está bem localizado no Centro de BH, possui boas lojas e a praça de alimentação é bem razoável, assim como o cinema. É bem movimentado e e nas sextas-feiras, fins de semana e feriados fica uma verdadeira muvuca, de tão abarrotado de gente! Vale a ida pela localização, principalmente se desejar comer alguma coisa que não seja dos restaurantes do Centro de BH.


Dica: Não deixe de aproveitar a Paleta Mexicana desse Shopping, é uma verdadeira delícia!

Shopping DiamondMall: Localizado no Bairro Lourdes, conta com mais de 150 lojas, dentre elas, restaurantes, livrarias, academia, praça de alimentação e 6 salas de cinema. Outra atração interessante é a exclusiva Praça do Mercado, com verduras, legumes e frutas e local ainda oferece fraldário e serviço de locação de carrinhos para bebês.

Shopping Pátio Savassi: Localizado na Savassi, reúne marcas conceituadas e exclusivas do mix, com grifes selecionadas para um público de classe "econômica" um pouco mais alta. Oferece atrações culturais, possui um anfiteatro com capacidade para 114 pessoas e restaurantes selecionados como o Café do Museu, Parrila Del Pátio e o Outback. Possui 8 salas de cinema bem confortáveis e amplas. Também é certamente o único que aceita pets.

Shopping Del Rei: Está localizado na região da Pampulha, em BH. É um dos grandes Shoppings da capital mineira e conta com várias lojas âncoras, como Americanas, C&A e Carrefour. Oferece espaço propício para compras, diversão e lazer.


Shopping Del Rey, Belo Horizonte
É o único que possui pista de boliche na capital e ainda de tempos em tempos ainda conta com o Play City, com várias atrações e brinquedos. Desde os mais tradicionais como a Roda Gigante, a Montanha Russa, Crazy Dance, La Bamba, Amor Express, Bate-Bate e Tele-Combate, entre outros. E Para os pequenos, há o Carrossel, o Galope, a Motinha Triciclo, Calhambeque, Aviãozinho e o Carrossel com carros diferenciados (Justrinha). O passaporte dá direito a todos os brinquedos.

O Play City funciona de terça a sexta-feira das 17h às 22h, e aos sábados, domingos e feriados, das 15h às 22h. O preço do passaporte é R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia-entrada). Aos sábados, domingos e feriados o valor é R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada). [Preços de 2015] 

Shopping Estação Vilarinho: Foi o primeiro Shopping da Região Norte de Belo Horizonte. Está na Av. Cristiano Machado, no Bairro Venda Nova - Para chegar até ele de forma bem fácil e econômica basta pegar o metrô de Belo Horizonte e descer na Estação Vilarinho, ao sair da Estação você já estará dentro do Shopping.

Conta com um mix de lojas completo, ao todo são 206 lojas, sendo 9 âncoras e 7 megalojas. Entre as marcas presentes estão C&A, Fastshop, Marisa, Casas Bahia, Polishop, Renner, Riachuelo, RiHappy, Boticário, Leitura, TNG, Ricardo Eletro, entre outras. Para o entretenimento do público, o shopping tem a maior empresa de cinemas da América Latina, a Cinépolis, até então inédita em Minas. São seis salas ao todo, com três salas 3D.

BH Shopping: Está localizado no Bairro Belvedere, próximo da divisa com Nova Lima e saída para o Rio de Janeiro. Foi o primeiro Shopping construído em Minas Gerais e hoje já está na sua 5ª expansão, inaugurada em outubro de 2010. Possui a maior ancoragem e o maior número de lojas do Estado.

Quem passa pelos corredores do BH Shopping se depara com o melhor das tendências de moda, em lojas que combinam os mais variados estilos. Já quem procura por lazer e diversão para toda a família encontra diversas opções de entretenimento. Conta com Praça de Alimentação, Espaço Gourmet, Salas de Cinema, Exposições, Diversão Eletrônica, lançamentos de livros e diversas outras coisas. É considerada por muitos como o melhor Shopping de Belo Horizonte.

Se estiver por perto desse Shopping lembre-se que a Serra da Moeda e Macacos (Nova Lima) estão bem pertinho, talvez valha uma visita!

Fontes Pesquisadas:
http://www.feriasbrasil.com.br/mg/belohorizonte/compras.cfm
http://viajeaqui.abril.com.br/estabelecimentos/br-mg-belo-horizonte-atracao-mercado-central
http://www.galeriaouvidorbh.com.br/
http://umamorentreasminasgerais.blogspot.com.br/2014/04/galeria-do-ouvidor-bh-e-suas-lojas.html
http://www.guiabh.com.br/diamondmall
http://patiosavassi.com/pt/PatioSavassi
http://www.guiabh.com.br/bh-shopping
http://www.guiabh.com.br/shopping-del-rey
http://guiabh.com.br/programacao/parque-play-city
http://www.guiabh.com.br/shopping-estacao-bh

DIVERSÃO COM OS PEQUENOS

A Capital Mineira é um verdadeiro prato cheio para a criançada, o que não falta por aqui são atrações para os pequenos!


- Parque Guanabara -


Parque Guanabara, Belo Horizonte
Localizado nos entornos da Lagoa da Pampulha, se tornou uma referência na capital. Possui boa estrutura de lazer, além de espaço para eventos e festas. A alegria das crianças é garantida pelos diversos brinquedos do lugar, como Tromba-Tromba, Trem-fantasma, Bumper-Boat, Autorama, Roda Gigante e o tradicional Minhocão.

Para garantir muitas horas de diversão, o Parque conta com o restaurante Guanabara Grill, mas também existem boas opções de restaurantes ao redor da Lagoa da Pampulha. O espaço também funciona como chopperia e pizzaria e também leva diversão para o público adulto.

Para maiores informações sobre o Parque Guanabara acesse o site oficial dele, que está logo abaixo:
http://parqueguanabara.com.br/
Obs.: Aqui exibem informações como Preço, Horários, os tipos de Brinquedos e como chegar usando o Transporte Público.

Fiz um post especial sobre o Parque Guanabara, para vê-lo, favor clicar no link abaixo:

Clicar: [Parque Guanabara]


- Zoológico de Belo Horizonte -


Mapa do Zoológico de Belo Horizonte
O Zoo de BH é um dos maiores e mais conhecidos da América Latina, o que o torna quase que uma parada obrigatória para quem vai à cidade mineira com crianças. Está situado bem próximo da Lagoa da Pampulha e abriga cerca de três mil animais de 220 espécies (entre aves, répteis, mamíferos e peixes). Existe desde 1949, são os destaques do Zoo de BH a família de Gorilas, o Aquário da Baía de São Francisco e o primeiro Borboletário da América do Sul.

O passeio é bem agradável, mas o faça em um dia que estiver bem disposto a caminhar, pois os animais ficam um pouco distantes um dos outros e seu dia pode ser um pouco cansativo, mas compensa porque as crianças costumam gostar muito de conhecer os animais.


Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte
Aproveite que já está por ali e também conheça a a Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte, a criançada pode conhecer estufas e jardins temáticos, pergolados, praças, lagos, fonte e anfiteatro, galpão de compostagem, minhocário, sementeira, e estufas de produção de mudas. O Jardim Botânico conta com mais de 3.500 espécies expostas em todo o complexo, com destaque para as belezas dos Jardins de Folhagens, de Suculentas, de Bromélias, de Plantas Tóxicas e Medicinais, de Palmeiras, de Flores e Cores e Lago de Plantas Aquáticas.

Horário de Funcionamento:
- O Jardim Zoológico e o Jardim Botânico estão abertos ao público de terça a domingo, das 8:30 às 16:00h. Informações pelo 3277-8489.

- O Aquário da Bacia do Rio São Francisco funciona de terça a domingo, das 9:00 às 16:00h. Informações pelo 3277-8489.

Vide sobre os Preços [Referentes a Fev. de 2015] no link abaixo:

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=fundacaobotanica&tax=46325&lang=pt_br&pg=5522&taxp=0&


- Museu dos Brinquedos -



Inaugurado em outubro de 2006, o Museu dos Brinquedos é fruto da coleção de uma mulher chamada Luiza de Azevedo Meyer. A coleção preservada por ela fica à disposição dos que buscam voltar no tempo e de jovens e crianças que desejam saber mais sobre a velha infância.

O local, que tem a missão de preservar, conhecer e difundir o patrimônio cultural lúdico da infância no Brasil, é pioneiro em Minas Gerais. O acervo inclui mais de cinco mil peças, desde o final do século 19 até os dias atuais, como jogos, piorras, bonecas, carrinhos, fortes apaches, cavalinhos de pau, lanternas mágicas, instrumentos musicais, fantoches, livros, discos e outras pequenas joias. O museu realiza mostras itinerantes, cursos e oficinas.

Luíza Meyer é natural de São João Del Rei e começou sua coleção com brinquedos que pertenceram aos seus dez filhos e aos 22 netos. A mineira faleceu em 2000 e sua família deu continuidade ao projeto. Em 2002, o Instituto Cultural Luiza Meyer de Azevedo foi fundado para a implantação do Museu dos Brinquedos, que desde sua fundação aceita doações.

Link com mais fotos desse museu:
http://g1.globo.com/minas-gerais/fotos/2010/10/veja-fotos-do-museu-dos-brinquedos-em-belo-horizonte.html



- Se estiver próximo da Praça Sete você tem duas possibilidades fáceis, andar por pouco mais de meia hora ou tomar um ônibus para chegar sem muito esforço.

Horário de Funcionamento:
- Segunda a sexta, de 9:00 às 17:00h; Sábados e feriados, das 10:00 às 17:00h.
Preço: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)*. Para família de 4 pessoas ou mais, desconto de 20% no valor total. [Valores de 2015]

- Aquário No Mundo das Águas -



O "No Mundo das Águas" reúne mais de dez aquários de água doce e 22 marinhos, com cerca de 150 espécies. A decoração é toda temática, com corais, peças de navios antigos e conchas espalhadas pelo local, sendo um dos mais completos do Brasil. O ápice desse passeio fica por conta do tanque de tubarões e do aquário aberto, onde é possível tocar nos pepinos-do-mar e ouriços. Quem quiser pode optar pelas visitas guiadas.

Site Oficial:
http://www.nomundodasaguas.com.br/

Contato e Localização:
http://www.nomundodasaguas.com.br/contato.html

Preço (Valor Único): R$18,00. [Valores de 2015]
(Crianças de 3 a 12 anos e idosos acima de 60 anos pagam: R$ 10,00). Crianças até 3 anos acompanhadas não pagam.

Para saber mais sobre o No Mundo das Águas, veja a reportagem abaixo:


- Agendinha - BH para Crianças -

Se quiser uma programação um pouco mais variada e bem em conta, especialmente voltada para as crianças, aproveite o site SOU BH, na parte da agendinha:

http://www.soubh.com.br/agendinha/

Aqui você poderá pesquisar por diversas atividades voltadas para o público infantil, o que poderá enriquecer, e bastante, o seu passeio! É possível até filtrar pela data para focar melhor no período que estiver visitando a cidade.

Fontes Pesquisadas:

Geral:
http://disneybabble.uol.com.br/br/agenda/passeios/bh-com-crian%C3%A7as-os-melhores-passeios-da-cidade

Parque Guanabara
http://www.guiabh.com.br/programacao/parque-guanabara
http://www.soubh.com.br/pontos-turisticos/parque-guanabara/

Zoológico de Belo Horizonte:
http://www.feriasbrasil.com.br/mg/belohorizonte/jardimzoologico.cfm
http://www.soubh.com.br/passeios-divertidos/pampulha-para-pequenos/

Museu dos Brinquedos:
http://www.guiadasemana.com.br/belo-horizonte/turismo/museus/museu-dos-brinquedos

No Mundo das Águas:
http://www.nomundodasaguas.com.br/index.html


PARQUES

Outra opção de lazer bem interessante é aproveitar um dos dias do fim de semana em um dos Parques Municipais de Belo Horizonte ou nos arredores da cidade.

- Parque Serra do Curral -


Serra do Curral, vista de dentro do Parque das Mangabeiras, em BH
Localizado no Bairro Mangabeiras, em BH, o Parque Serra do Curral funciona como uma verdadeira estação ecológica. Tem capacidade de receber cerca de 700 pessoas por dia e recebe público diversificado, que inclui famílias e representantes de universidades, escolas públicas e particulares. Aos fins de semana, cerca de 500 pessoas visitam a área verde para realizar trilhas, guiadas por monitores capacitados, nas quais a beleza natural da capital mineira e sua história são evidenciadas.

A visita a oito mirantes possibilita a identificação de pontos turísticos da cidade e aspectos naturais de seu entorno, como a Lagoa da Pampulha, o Parque Municipal Américo Renné Giannetti, a Av. Afonso Pena e o Estádio Mineirão, entre outros. No percurso da caminhada, que dura cerca de três horas, além da discussão sobre a preservação ambiental, aprende-se mais da história do parque, sua fauna e flora e a forma mais segura de fazer a trilha.


Funcionamento: 
- De Terça a Domingo, das 8h às 16h o Parque Serra do Curral está aberto à visitações

Fontes Pesquisadas:
http://www.guiabh.com.br/parque-serra-do-curral
http://www.guiabh.com.br/gratis/passeio-na-serra-do-curral


- Parque das Mangabeiras -


Parque das Mangabeiras
Localizado ao pé da Serra do Curral, o Parque das Mangabeiras conserva em sua área de 2,4 milhões de m², 59 nascentes do Córrego da Serra, que integra a Bacia do Rio São Francisco. Sendo um local ideal para descanso, recebe em torno de 30 mil pessoas por mês. Os visitantes podem usufruir de recantos naturais, quadras de peteca, tênis e poliesportivas, pista de skate, brinquedos e atividades culturais.

O parque sinaliza rotas de visitação para diferentes tipos de atividades. No “Roteiro da Mata” é possível conhecer um pouco mais da vegetação de Cerrado e Mata Atlântica, passando pelo Viveiro das Mudas Nativas, Centro de Educação Ambiental (CEAM), Mirante da Mata e Morro do Pic-Nic/Vale dos Quiosques. Para as atividades recreativas e esportivas, a “Rota do Sol” conta com as Ilhas do Passatempo, Pista de Skate, Praça do Britador, Parque Esportivo e Ciranda dos Brinquedos. Para o contato com os recursos hídricos, existe o “Roteiro das Águas”, integrado pelo Recanto da Cascatinha e Lago dos Sonhos, formados pelas águas do Córrego da Serra.


Notas:
- Sempre que tiver dúvidas pergunte ao motorista do ônibus ou a algum dono de banca, que eles quase sempre dão boas instruções de como se chegar no local desejado.

Horário de Funcionamento: 
- De Terça-feira a Domingo, das 8:00 às 18:00h, sendo a entrada permitida até ás 17:00h.

- Entrada Gratuita.

Portaria Sul: Av. José do Patrocínio Pontes, 580, Bairro Mangabeiras
Portaria Norte: Praça Cidade do Porto, 100, Bairro Serra
Portaria Caraça: Rua Caraça, 900, Bairro Serra
Informações: 3277-8277 ou 3277-9697

Email: mangaba@pbh.gov.br

Roteiros de Visitação:


Como dito acima, as visitas ao Parque Municipal das Mangabeiras estão organizadas em três roteiros: Roteiro da Mata, Roteiro do Sol e Roteiro das Águas. Todos eles têm como ponto de partida a Praça das Águas.

Vide o link abaixo para conhecer qual é a rota mais interessante para você:

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=fundacaoparque&tax=15429&lang=pt_BR&pg=5521&taxp=0&

Observe que ao lado das arvorizinhas mostra o link sobre o percurso desejado.

Fontes Pesquisadas:
http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&app=fundacaoparque&tax=15257&pg=5521&taxp=0
http://queonibuspegar.blogspot.com.br/2013/05/parque-das-mangabeiras.htm


- Parque Ecológico da Pampulha -


Parque Ecológico da Pampulha
Situado em local de ecossistema privilegiado, na região da Pampulha em BH, é possível encontrar no parque, mamíferos soltos, como capivaras, gambás, furões e micos-estrela. Além deles, aves como a garça-branca-grande, o martim-pescador-grande e o biguá. Há ainda répteis e anfíbios. Como exemplo, podemos citar a iguana, o camaleãozinho, o jacaré-do-papo-amarelo, sapos e rãs.

A flora é composta por espécies pioneiras e colonizadoras, como a jetirana, a leucênia, a mamona e vários tipos de capins (a exemplo do colonião e braquiárias), além das 3 mil mudas plantadas no bosque, representando diversos biomas brasileiros.


Como Chegar:
- Para facilitar, se estiver no Centro vá até em frente a Estação Central e peque o ônibus de lá, na hora da volta vale até pegar um MOVE com destino do Centro (ou ao menos até a UFMG, e de lá você desce na cabine do MOVE e vai para outro ônibus sem ter necessidade de pagar uma nova passagem.

Horário de Funcionamento:
- O parque sempre abre às 8:30h, mas fecha em diferentes horários, de acordo com a época do ano:
. De Maio a Julho - o fechamento ocorre às 17:30h;
. De Outubro a Fevereiro - o fechamento ocorre às 19:00h;
. Nos Meses de Março, Abril, Agosto e Setembro, o fechamento ocorre às 18:00h.

Obs.: A entrada ao Parque é permitida até uma hora antes do seu fechamento.

Outras Informações Interessantes:

- É permitida a entrada de bicicletas. Você também pode utilizar as bicicletas do projeto Bike BH disponíveis nas duas portarias do Parque;
- Utilize a Esplanada para a prática de esportes e para soltar pipas (que só podem ser de papel e não devem ter cerol, pipas de plástico não são permitidas no parque);
- Utilize o Bosque para descansar e fazer piquenique nas sombras das árvores;
- Pratique slackline no local destinado para o esporte: o Slackparque, localizado na Colina, atrás do lago. Não amarre fitas em árvores;
- Aproveite para conhecer o Memorial Minas-Japão que funciona das 9:30 às 11:30h e das 14:00 às 16:00h;
- Participe das aulas gratuitas de Lian Gong, toda quarta e sexta-feira, das 15:00 às 16:00h;

Fontes Pesquisadas:
http://www.guiabh.com.br/parque-ecologico-da-pampulha
http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=fundacaobotanica&tax=43076&lang=pt_br&pg=5522&taxp=0&


- Parque Municipal Américo Renné Giannetti -



Conhecido como Parque Municipal, a área foi inaugurada em 1897 inspirada nos parques Frances da Belle Époque, com jardim florido e coreto central. Hoje, o parque funciona como espaço ambiental e cultural – um cantinho de tranquilidade em meio à agitação metropolitana de Belo Horizonte. Três grandes lagoas dão um charme especial ao lugar. Além de ceder espaço para a natureza, o parque abriga o Teatro Francisco Nunes. Também contam com uma espécie de mini-parquinho que há diversos brinquedos, é possível andar de barco em um desses lagos e as crianças também podem montar no burrinho.

Localização:
- Hipercentro de Belo Horizonte. Com poucos minutos a pé é possível chegar nesse parque, caso você esteja na Praça Sete.


Horário de Funcionamento:
- De Terça a Domingo, de 6:00 às 18:00h.

- Entrada Gratuita.

Minha Opinião Pessoal:
- Por estar localizado no Hipercentro e próximo de onde estão boa parte dos Mendigos (Viaduto Santa Tereza), direto aparecem mendigos ou vagabundos pedindo esmola e muitos chegam a insultar quem não os dá nada, havendo até o risco que a pessoa seja assaltada após a recusa. Por isso, só vá até lá se estiver com pouquíssimo dinheiro e mesmo assim quiser trazer um pouco de alegria para o(s) seu(s) filho(s), sempre tomando cuidado com os riscos. Por mais que esse parque seja lindo e bem policiado, não dá pra impedir esse tipo de atitude, que em minha opinião, tirou todo o encanto desse parque.

Fontes Pesquisadas:

- Outros Parques -

Se ainda desejar conhecer outros parques de Belo Horizonte, favor clicar no link abaixo:

http://www.soubh.com.br/roteiros/parques-de-belo-horizonte/


CIRCUITO CULTURAL DA PRAÇA DA LIBERDADE



O Circuito Cultural Praça da Liberdade é o maior conjunto integrado de cultura do Brasil. O projeto foi desenvolvido pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Cultura em parceria com empresas da iniciativa privada. Os antigos prédios públicos foram transformados em espaços interativos que buscam espelhar a diversidade: acervos históricos, artísticos e temáticos; centros culturais interativos; biblioteca e espaços para oficinas, cursos e ateliês abertos; além de planetário, cafeterias, restaurantes e lojas.

Merecem destaque as seguintes:


- Memorial Minas Gerais Vale -


Memoraial Minas Vale
O memorial traz a alma e as tradições de Minas Gerais, contadas de forma interativa e contemporânea. Já no primeiro pavimento os visitantes encontram as mais variadas mídias, que se reúnem para mostrar a vida e obras de artistas que são símbolos de Minas Gerais. Há também um café temático, cyber lounge, midiateca e sala para projetos educativos.

Horário de Funcionamento:
- Terças, quartas, sextas e sábados: das 10:00 às 17:30h, com permanência até 18:00h.
- Quintas: das 10:00 às 21:30h, com permanência até 22:00h.
- Domingos: das 10:00 às 15:30h, com permanência até 16:00h.

A visitação ao Memorial Minas Gerais Vale é gratuita.

Site Oficial:
http://www.memorialvale.com.br/

Fontes Pesquisadas:
http://sebramus.eci.ufmg.br/?p=259
http://www.memorialvale.com.br/sobre-memorial/apresentacao-sobre-memorial/


- Centro Cultural Banco do Brasil -


Centro Cultural Banco do Brasil
Com uma ampla e dinâmica programação cultural, o Centro Cultural Banco do Brasil - Belo Horizonte encontra-se instalado no imponente prédio amarelo da Praça da Liberdade, ao lado do Edifício Niemeyer.

Seu projeto arquitetônico foi concebido por Luiz Signorelli, fundador da Escola de Arquitetura de Minas Gerais. De estilo eclético, com influências neoclássicas e art déco, o prédio foi inaugurado em 1930 para sediar a Secretaria de Segurança e Assistência Pública. Já as obras de restauração para abrigar o CCBB - Belo Horizonte foram coordenadas pelo arquiteto restaurador Flávio Grilo.Assim como as demais unidades existentes em outros estados brasileiros.

O Centro Cultural Banco do Brasil - Belo Horizonte promove atividades nas áreas de artes plásticas, artes cênicas, música e programas educativos.

Horário de Funcionamento:
- De quarta a segunda-feira, das 9:00 às 21:00h (Fica fechado às terças-feiras).

Entrada Gratuita.

Fonte Pesquisada:
http://www.guiabh.com.br/centro-cultural-banco-do-brasil


- Museu das Minas e do Metal (MMM) -


Museu das Minas e do Metal
A Gerdau, líder no segmento de aços longos das Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais no mundo, é a nova mantenedora do espaço. Com a chegada da Gerdau, o MMM passou a ter entrada gratuita para todos os públicos. Está ambientado em dois segmentos: o Museu das Minas, no primeiro andar e segundo pavimento; e o Museu do Metal, no segundo andar e terceiro pavimento. Ao todo, são 18 salas.

Horário de Funcionamento: 
- Toda quinta-feira, às 19:30h, e no último Domingo do mês, às 11:00h, programação cultural gratuita;
- Nas manhãs, visitas escolares de terça a sexta, a partir de 8:00h, e em horário especial aos sábados.

Site Oficial:
http://circuitoculturalliberdade.com.br/plus/modulos/listas/?tac=espaco&id=10#/informacao

Fonte Pesquisada:
http://www.guiabh.com.br/museu-das-minas-e-do-metal


- Espaço UFMG do Conhecimento -


Espaço UFMG do Conhecimento
O Espaço do Conhecimento UFMG é um espaço de formação e divulgação científica, criado para aproximar a população do conhecimento através de recursos tecnológicos e audiovisuais, de maneira lúdica e interativa. Um museu onde nada é estático: é dinâmico, em constante transformação e movimento, assim como o conhecimento. Física, filosofia, antropologia, arqueologia, biologia, literatura, linguística e ecologia são alguns dos temas explorados nos quatro andares do edifício, oferecendo ao público o que há de mais avançado nas pesquisas universitárias.

O Espaço possui um planetário de última geração com filmes ligados à astronomia e um terraço astronômico com sessões apresentadas por especialistas. Oferece exposições, mostras, experimentos interativos, jogos, cursos, oficinas, palestras e debates, com programação gratuita para todas as idades.

Horário de Funcionamento:

Ambientes expositivos
- De terça-feira a domingo, de 10:00 às 17:00h;
- Às quintas-feiras, de 10:00 às 21:00h.

Entrada gratuita.

Sessões do Planetário:
De terça a domingo: às 13h, 14h*, 15h*e 16h
Às quintas-feiras: às 13h, 14h, 15h, 16h, 18h, 19h, 20h.

*As sessões de 14h e 15h, de terça a sexta-feira, são reservadas aos grupos agendados.

Site Oficial:
http://circuitoculturalliberdade.com.br/plus/modulos/listas/?tac=espaco&id=7#/informacao

Programação:
http://circuitoculturalliberdade.com.br/plus/modulos/listas/index.php?tac=agenda&layout=programacao

Facebook:
https://www.facebook.com/espacodoconhecimentoufmg


OUTROS CIRCUITOS CULTURAIS


- Museu de Artes e Ofícios -


Museu de Artes e Ofícios
Em 14 de dezembro de 2005, a capital mineira ganhou o primeiro empreendimento museológico brasileiro dedicado às artes e aos ofícios e trabalho do país. O museu ocupa os prédios históricos da Estação Central, onde ainda funciona uma estação de metrô e um ramal ferroviário.

Quem visitar o museu poderá ter contato com os fazeres, ofícios e artes que deram origem às profissões contemporâneas. E o público pode conferir, também, rudimentos da siderurgia, os primeiros teares, a carpintaria, a sapataria, os ofícios ambulantes, as cozinhas artesanais, entre outros.


- Situado na Praça da Estação, fica praticamente ao lado da Estação Central do Metrô de Belo Horizonte, vindo da Praça Sete ou da Rodoviária é possível chegar no Museu em poucos minutos a pé.

Site Oficial:
http://www.mao.org.br/

Fonte Pesquisada:
http://www.guiabh.com.br/museu-de-artes-e-oficios


- Conjunto Arquitetônico da Pampulha -


Capela de São Francisco de Assis, na Orla da Lagoa da Pampulha - BH
A 8,5 km do centro de Belo Horizonte está a Região da Pampulha, com uma grande lagoa artificial, com belas e modernas residências. Ali há um conjunto arquitetônico de importantes obras: a Capela de São Francisco de Assis (Igreja dessa foto), localizada na beira do lago, projetada por Oscar Niemeyer e decorada com pinturas de Cândido Portinari, recebeu jardins do paisagista Roberto Burle Marx.

É também na Pampulha que se encontra o estádio Governador Magalhães Pinto, conhecido como o Mineirão, o segundo maior estádio de futebol do país; o Mineirinho, a Casa do Baile; o Museu de Arte da Pampulha (MAP); o Parque Ecológico da Pampulha; o Jardim Botânico de Belo Horizonte; o Parque Guanabara e o Jardim Zoológico da cidade.



Como Chegar:
- Utilize aquele método tradicional, se estiver no Centro vá até a Praça da Estação (em frente a Estação Central do Metrô de BH) e pegue um ônibus que vai até a Pampulha. Na volta pode até pegar um MOVE, assim chegará mais rápido e evitará dores de cabeça.

Fonte Pesquisada:
http://www.trilhacultural.com.br/roteiroTuristico/belo-horizonte-mg.php


ROTEIRO SÓCIO-TORCEDOR

Resumindo em apenas duas palavras: "Futebol" e "Cerveja".


- Estádio Mineirão -


Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão)
Inaugurado em 1965, o estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, é o 5º maior estádio do Brasil. O Gigante da Pampulha, recebe grandes jogos e shows em BH. Em 2014, foi inaugurada a esplanada do Mineirão, uma área externa para shows e grandes eventos. O estádio já foi palco de cinco finais da Copa Libertadores e uma Copa Intercontinental, além de ter recebido três partidas da Copa das Confederações FIFA 2013 e seis da Copa do Mundo FIFA 2014.

O Mineirão foi tombado em 2003 pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte. Após a modernização para a Copa do Mundo, o estádio passou a contar com uma ampla Esplanada com mais de 80 mil m² que se tornou um novo espaço para a prática de esportes, como patins, skate e caminhadas, além de ser uma nova opção para receber grandes shows em Belo Horizonte.



Como chegar de ônibus no Mineirão:

- Linha MOVE 51 (Estação Pampulha/ Centro/ Hospitais – Paradora);
- Linha MOVE 52 (Estação Pampulha/ Lagoinha – Paradora);
- Linha MOVE 63 (Estação Venda Nova/ Lagoinha)
- Linha MOVE 64 (Estação Venda Nova/ Assembleia via Carlos Luz)
- Linha MOVE 67 (Estação Vilarinho/ Santo Agostinho via Carlos Luz)
- Linha MOVE 68 (Estação Vilarinho/ Lagoinha)
- Linha MOVE 5250 (Estação Pampulha/ Betânia)
- Linha MOVE 5550 (Estação Pampulha/ Estação Ponto São José)
- Linha MOVE 6350 (Estação Vilarinho/ Estação Barreiro Via Anel)
- 5106 – (Bandeirantes/ BH Shopping)
- 5401 (São Luiz/ Dom Cabral);
- Circulares 503 e 504 (Santa Rosa/ Aparecida/ São Luís);
- Suplementares 51 (Circular Pampulha), 53 (Confisco/ Pampulha/ São Gabriel), 54 (Dom Bosco/ Shopping Del Rey);

Visita Guiada no Mineirão:

Na visita guiada ao Estádio do Mineirão (de hora em hora, só não ocorre em dias de jogos e eventos no estádio) você conhece as cadeiras especiais, os camarotes, desce até a beira do campo e percorre os vestiários e a sala de aquecimento. Aproveite para ver também o Museu Brasileiro do Futebol.

Museu Brasileiro do Futebol (dentro do Mineirão):



A localização não poderia ser mais apropriada: fica dentro do Mineirão, principal palco do futebol mineiro. Cheio de recursos multimídia, é um tributo ao estádio e à maior paixão dos brasileiros. Objetos históricos, fichas digitalizadas de muitos dos quase 4 mil jogos realizados aqui e fotos que registram a transformação para a Copa do Mundo de 2014 contam a história do Mineirão. Desenhos táticos das equipes são mostrados numa video-instalação, enquanto painéis relacionam o futebol a expressões artísticas como cinema, música e literatura.

Fichas biográficas de mais de 150 jogadores que atuaram entre 1900 e 2014 podem ser pesquisadas na sala Os Imortais. O futebol mineiro é destaque na sala Campos Gerais, com camisas e informações sobre os clubes do estado. De quebra, é possível fazer um tour guiado por setores não acessíveis durante os jogos, como vestiários, zona mista e área técnica do campo.

Ingresso: R$ 8 (estádio e museu: R$ 14).[Preços de 2015]

Fontes Pesquisadas:
http://www.guiabh.com.br/mineirao
http://viajeaqui.abril.com.br/estabelecimentos/br-mg-belo-horizonte-atracao-mineirao-estadio-governador-magalhaes-pinto


- Arena Independência -


Arena Independência
O Estádio Raimundo Sampaio, conhecido como Independência, localiza-se no bairro Horto, em Belo Horizonte. O estádio foi inaugurado em 1950, para a Copa do Mundo que seria realizada no Brasil. Com capacidade inicial de 30 mil pessoas, hoje o local abriga 23 mil. Ele pertencia ao Sete de Setembro Futebol Clube, razão pela qual o estádio é conhecido como Independência. Atualmente, pertence ao América Futebol Clube e ao Clube Atlético Mineiro. O nome original, Raimundo Sampaio, é uma homenagem a um ex-presidente do Sete de Setembro.


Como Chegar:
- A maneira mais fácil é entrar na estação do metrô mais próxima de você e seguir para a do Horto, e de lá realizar o resto do caminho a pé.

Outras Formas:

. Ônibus: A linha 9033 (Independência/Centro) sai da rua dos Tamoios, 873, entre rua Rio Grande do Sul e avenida Olegário Maciel. Em dia de jogos o quadro de horários é ampliado, com intervalo de 20 minutos entre as viagens. Primeira saída duas horas antes do jogo, e a última viagem, uma hora após a partida.

. Táxi: Existem quatros pontos nas Ruas Nancy de Vasconcelos Gomes, Genoveva de Souza, Mário de Andrade Gomes e Avenida Silviano Brandão.

. Carro: A interdição de vias ao redor do Independência e a ausência de estacionamentos particulares privilegiam o uso do transporte coletivo. Para carros, há vagas disponíveis do outro lado da Avenida Silviano Brandão e no estacionamento privativo da Arena Independência, que é comercializado em dias de jogos.

Visita Guiada:

- As visitas guiadas à Arena Independência acontecem em grupos de no mínimo 10 pessoas. O valor do passeio é de R$ 10,00 por pessoa. Crianças menores de 10 anos devem estar acompanhadas pelos pais e/ou responsáveis.

O passeio inclui visita a todas as dependências da Arena. Um guia irá acompanhar os participantes. Ao longo do passeio ele contará um pouco da história do Independência e também irá mostrar como funciona cada setor em dias de jogos.

Link:
http://www.arenaindependencia.net/site/arena/visita-guiada/

Fontes Pesquisadas:
http://www.guiabh.com.br/arena-independencia
http://www.arenaindependencia.net/site/


- Cervejarias Artesanais de Belo Horizonte e Entorno -



A busca pelas cervejas artesanais está na pauta do turismo brasileiro. Belo Horizonte, que é reconhecida mundialmente como a capital brasileira dos bares, há alguns anos vem apostando também na fabricação desta bebida que incrementa e diversifica a oferta gastronômica da capital mineira. O estado possui 30 fábricas de cerveja, das quais 24 são micro-cervejarias. Somam-se a elas, mais aproximadamente 180 produtores caseiros, aglutinados na associação Acerva Mineira. Considerando apenas as micro-cervejarias, hoje, são produzidos cerca de um milhão de litros de cervejas especiais, a maioria na Grande BH.

Veja abaixo a descrição de cinco dessas Cervejarias, que foram escolhidas pelo Site Sou BH como roteiro de Excelentes Microcervejarias de Belo Horizonte:

Krug Bier: (Rua Alaska, 115A - Jardim Canadá) foi a primeira cervejaria artesanal de Minas Gerais, inaugurada em 1997. No mesmo local, funcionavam ambas a fábrica e a cervejaria, proporcionando um ambiente aconchegante para todos que queriam desfrutar um chope artesanal de alta qualidade, um produto novo e ainda desconhecido em Belo Horizonte.

Em 2004, a Krug Bier começou a produzir e comercializar a cerveja Áustria. O crescimento fez com que a cervejaria mudasse para a rua Major Lopes, 172, no bairro São Pedro, e simultaneamente a nova fábrica foi aberta no bairro Jardim Canadá, expandindo os negócios e a capacidade de ambas a Choperia Krug Bier e a Fábrica Krug Bier.

Hoje a fábrica Krug Bier produz uma maior variedade de chopes e cervejas artesanais de alta qualidade, contando com uma melhor capacidade de produção e abastacendo a choperia Krug Bier e supermercados, além de atender a crescente demanda de delivery e revenda de seus produtos em todo o país.

Fábrica Krug Bier

Endereço:  Rua Alaska, 115A - Jardim Canadá -  Nova Lima/MG
Fone: (31) 3507-0777 / (31) 8491.4639

Cervejaria Krug Bier

Endereço: Rua Major Lopes, 172, Bairro São Pedro – Belo Horizonte/MG
Fone: (31) 2535-1122
Site: www.krug.com.br

Cervejaria Backer: Fundada em 1999, a Cervejaria Backer (Rua Santa Rita 220 – Olhos D´água) se orgulha em dizer que foi a primeira de Minas Gerais registrada em cartório. A fábrica nasceu da iniciativa dos irmãos Halim e Munir Lebbos para suprir uma grande demanda de cervejas especiais no Brasil.

O local escolhido foi o bairro Olhos d'Água, aos pés da Serra do Curral, com todo o charme do mais belo e importante cartão postal de Belo Horizonte. Com o rigor de uma grande cervejaria, a Backer oferece produtos de qualidade e orgulha-se em manter viva e ao mesmo tempo renovada a antiga tradição cervejeira, através da contratação de mestres cervejeiros renomados, aquisição de equipamento de ponta e seleção rigorosa de matéria prima.

Endereço: Rua Santa Rita 220 – Olhos D´água – BH – MG – CEP: 30 390 – 550.
Fone: (31) 3228-8888
Site: cervejariabacker.com.br

Falke Bier: Fundada em 2004, a Falke Bier (Alameda dos Falcões, 680 - Vale do Ouro) também é uma cervejaria familiar, que nasceu da iniciativa dos irmãos Marco Antonio, Juliana e Ronaldo Falcone. O objetivo era produzir cerveja, de maneira que ela se tornasse uma paixão, não um produto.

A cervejaria combina o ambiente tranquilo do campo, equipamentos de alta tecnologia e a atmosfera da cultura cervejeira. Localizada no município de Ribeirão das Neves, iniciou suas atividades produzindo cervejas artesanais da escola cervejeira alemã, respeitando a Reinheitsgebot.

Endereço: Alameda dos Falcões, 680 - Vale do Ouro - CEP 33833-140 - Ribeirão das Neves/MG
Fone: (31) 2551.4300 (Tel/Fax)
E-mail: falkebier@falkebier.com.br
Site: www.falkebier.com.br

Cervejaria Küd: Fundada em 2010, a Cervejaria Küd (Rua Kenton, 36, Jardim Canadá) produz chope em barriletes com distribuição na região metropolitana de Belo Horizonte. Os amigos Bruno Parreiras, Ana Paula Ribeiro, Roque Santos, Matheus Quirino e Alencar Barbosa se uniram para a aventura de produzir cerveja artesanal e caseira. Já nos primeiros lotes conseguiram excelentes resultados, tanto que no mesmo ano de fundação uma de suas cervejas, a India Pale Ale, ganhou o primeiro lugar no Concurso de Cervejas Artesanais da Argentina.

Fábrica
Endereço: Rua Kenton, 36, Jardim Canadá - Nova Lima/MG
Fone: (31) 3589-6030
E-mail: contato@cervejariakud.com.br
Site: www.cervejariakud.com.br

Brew Pub Küd

Endereço: Rua Kenton, 36, Jardim Canadá - Nova Lima
Fone: (31) 3589-6030

Cervejaria WÄLS: Fundada em Belo Horizonte no final dos anos 90, a cervejaria WÄLS (Rua Padre Leopoldo Mertens, número 1460/São Francisco) desenvolveu padrão europeu, conservando o purismo da produção de cervejas especiais para apreciadores. Fica localizada próxima a região turística da Pampulha, em Belo Horizonte e tem sua linha de produtos inspirada nas tradicionais escolas cervejeiras belga, inglesa e tcheca.

Um dos orgulhos da cervejaria Wäls é ser ecologicamente correta, contando com uma estação de tratamento de esgoto que trata 100% dos resíduos industriais advindos de suas produções. Além disso, realiza coleta seletiva de plásticos, papéis, metais e vidros.

OI subproduto da cerveja (bagaço do malte de cevada) é utilizado para alimentação de gado leiteiro. Um dos diferenciais para quem visita a cervejaria é conhecer os barris de carvalho francês importados para maturação de algumas das cervejas, barris estes que antes "curtiram" o legítimo Whisky Single Malt por longos anos.

Endereço: Rua Padre Leopoldo Mertens, número 1460/São Francisco - Belo Horizonte/MG
Fone: (31) 3443-2811
E-mail: Tiago@wals.com.brou josefelipe@wals.com.br
Site: www.wals.com.br

Fontes Pesquisadas:
http://www.bicasnews.com.br/beer1.html
http://www.hojeemdia.com.br/2.979/a-belgica-brasileira-e-aqui-em-bh-conheca-nossas-cervejarias-1.296496
http://www.soubh.com.br/roteiros/microcervejarias-de-bh/


Turismo de Saúde em BH

Saiba que BH é um polo excelência médica. Serviços médicos de alta qualidade são oferecidos em diversas áreas da medicina em uma metrópole que tem qualidade de vida como um de seus principais atributos. A cidade é a capital da Oftalmologia no Brasil e sempre recebeu pacientes de todo o país no tratamento de doenças respiratórias.

[Está certo que fugiu do turismo tradicional, mas vai que você tem um problema urgente para resolver de saúde e não sabe o que fazer, vir para BH pode ser uma boa escolha! - Eu, por exemplo, tive de operar o meu olho direito e implantaram um Anel de Ferrara nesse olho - Descobri em 2014 que estava perdendo a visão de um dos olhos aos poucos e não sabia o que fazer e essa cirurgia me ajudou bastante!]

Vale como destaque os seguintes lugares:


Life Center
Life Center: É uma das mais bem equipadas instituições hospitalares do país, disponibilizando à população 186 leitos, sendo 150 de internação e 36 de UTI. A instituição conta com 13 salas cirúrgicas, oito suítes, 100 apartamentos, 20 enfermarias e pronto-socorro 24 horas nas especialidades de ortopedia, cirurgia geral, cardiologia, otorrino e clínica médica. O Lifecenter possui um avançado centro de oncologia e serviço de hemodinâmica, comparáveis aos mais modernos do mundo.

Site Oficial:
http://www.hospitallifecenter.com.br/index.php/pt

Localização:
http://www.hospitallifecenter.com.br/index.php/pt/hospital/localizacao

Instituto dos Olhos de Belo Horizonte: O Instituto de Olhos de Belo Horizonte com as mais avançadas tecnologias de tratamento das doenças oculares, consolida a capital mineira como principal centro de referência em Oftalmologia Brasileira. Planejado para ser um hospital oftalmológico, o IOBH conta com a tecnologia necessária para o diagnóstico e tratamento de todo e qualquer problema ocular.

Site Oficial:
http://www.iobh.com.br/index.php


Instituto Biocor
Instituto Biocor: Fundado em 1985, o Biocor é reconhecido pelas suas instalações modernas e equipamentos de última geração, promovendo constantes investimentos em novas tecnologias, conta com 320 leitos, sendo 220 suítes, além de 12 (doze) salas de cirurgia, medicina nuclear, banco de sangue, laboratórios próprios, completo setor de imagenologia, heliponto, apenas para citar alguns itens de nossa estrutura física. São mais de 32.000 m2 de área construída.

conta com 320 leitos, sendo 220 suítes, além de 12 (doze) salas de cirurgia, medicina nuclear, banco de sangue, laboratórios próprios, completo setor de imagenologia, heliponto, apenas para citar alguns itens de nossa estrutura física. São mais de 32.000 m2 de área construída.

Site Oficial:
http://www.biocor.com.br/novo/index.php

Como Chegar:
http://www.biocor.com.br/novo/como_chegar.php

Região Limítrofe e Redondezas de BH?

Agora que você conhece bastante do Centro de Belo Horizonte, que tal esticar seu tempo mais um pouco por aqui aproveitando a região limítrofe (lugares que não estão no Centro mas são bem fáceis de chegar) ou até mesmo outras cidades que estão bem próximas.

Abaixo citarei alguns destinos (ou cidades) que são bem interessantes de se conhecer:


- Contagem -

Vale conhecer essa cidade se você quiser se afastar um pouco da muvuca do Centro do BH ou até mesmo para reduzir um pouquinho nos custos de hospedagem, já que Contagem está tão colada em Belo Horizonte que é até um pouco difícil saber onde termina uma cidade e começa a outra. É ideal para quem está com crianças.


Chaminés do Itaú Power Center, em Contagem
Praça da Glória, em Contagem
Fiz um post especial sobre Contagem, para vê-lo, favor clicar no link abaixo:

Clicar: [Contagem]

Atividades: Cidade de Caminho.
Descrição breve: Contagem é a terceira cidade mais populosa de Minas Gerais e está muito próxima de Belo Horizonte e Betim. É uma excelente opção para quem deseja se hospedar um pouco mais longe da muvuca do Grande Centro de BH ou até mesmo para reduzir um pouco nos custos de Hospedagem, visto que a Hotelaria de Contagem é um pouco mais "em conta" do que a Hotelaria da Capital.
Não deixe de Visitar: Itaú Power Shopping, certamente vale dar uma passadinha por lá!
Quando ir: Qualquer época do Ano.
Permanência: 1 ou 2 dias (se for apenas para conhecer a cidade). Ou mais se estiver intercalando passeios com Belo Horizonte ou outras cidades mineiras.


- Serra da Moeda -


Restaurante Topo do Mundo, na Serra da Moeda
A apenas 25 Km de Belo Horizonte e com uma extensão de 70km, a Serra da Moeda se destaca pela beleza e por apresentar condições favoráveis para a prática do voo livre. A cordilheira tem, aproximadamente, 1.500 metros de altitude e possui uma rampa natural que atrai, principalmente nos finais de semana, pilotos de parapente e asa-delta de diversos lugares do mundo. Para quem prefere se aventurar com os pés no chão, uma das alternativas é caminhar pelas trilhas ecológicas.

Para apreciar com calma a beleza da Serra da Moeda, o visitante tem a opção de se instalar em uma das diversas pousadas localizadas na região. São acomodações que variam de acordo com o perfil do hóspede, desde o estilo mochileiro ao apreciador de apartamentos de luxo.

Se o assunto é gastronomia, a Serra da Moeda também é uma alternativa interessante. O restaurante Topo do Mundo fica bem perto da pista de decolagem dos pilotos. Lá é possível se deliciar com uma saborosa refeição, diante de uma vista espetacular do horizonte. Seja para se aventurar, seja para descansar, num passeio a dois ou com uma turma de amigos.

Se desejar saber mais sobre o Restaurante Topo do Mundo, clique no link abaixo:
http://topodomundo.com/

Se desejar saber mais sobre o clube de voo da Serra da Moeda, clique no link abaixo:
http://www.serradamoeda.com.br/index.php
Obs.: Nesse site há toda a informação que você precisará, inclusive a de como chegar até lá.

Fonte Pesquisada:
http://www.belohorizonte.mg.gov.br/atrativos/turismo/roteiros/arredores/serra-da-moeda


- Santuário da Piedade, Caeté -


Santuário da Piedade, Caeté
O Santuário Nossa Senhora da Piedade está localizado a 48 km da capital mineira e a 16 km do município de Caeté, num cenário de riquíssima beleza natural, no alto da montanha, a 1746 metros acima do nível do mar. Além de ser um local convidativo à reflexão, à oração e ao encontro com Deus, o Santuário é uma atrativa opção para quem procura um momento de relaxamento e contato com a natureza.

Site Oficial:
http://www.arquidiocesebh.org.br/site/atuacao.php?id=190


- Brumadinho -


- Museu de Arte Contemporânea de Inhotim -






Fiz um post especial sobre o Museu de Inhotiim, para vê-lo, favor clicar no link abaixo:

Clicar: [Inhotim]

Atividades: Apreciar a Natureza e Obras de Arte.
Descrição breve: É a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e é considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. Está localizado na cidade de Brumadinho, a apenas 60km de Belo Horizonte.
Não deixe de Visitar: Galerias Internas;
Quando ir: Qualquer época do ano.
Permanência: 1 dia, para verdadeiros apreciadores de arte 2 dias já são mais do que suficientes.
Proximidades: Cidade de Brumadinho / Belo Horizonte / Contagem.

- Betim -


- Kartódromo Internacional de Betim -





Kartódromo com excelente pista em que pode ser alterado o trajeto. A manutenção dos karts está em dia e são muito bons. Diversão para todas as idades para aqueles que gostam de pista e velocidade, certamente vale um passeio com os amigos ou toda a família.

Site Oficial:
http://www.kartodromodebetim.com.br/

Localização:
- Av. Adutora Várzea das Flores, 477
  Bairro Itacolomy - Betim - MG
Referência: Entre a represa Várzea das Flores e o condomínio Ouro Verde.


- Verde Alambique e Parque Ecológico -





Vale Verde está bem pertinho de Contagem e de Belo Horizonte. É o local ideal para proporcionar um passeio agradável e tranquilo para toda a família, com bastante contato com a natureza e diversas atividades de lazer. Contam com dezenas de atrações legais, principalmente para as crianças. Os adultos podem contemplar a natureza e apreciar a Adega que produz a cachaça do Vale Verde. Não deixe de conferir o Viveiro de Lóris e a Tirolesa, são imperdíveis!

Site Oficial do Vale Verde:

Fiz um post especial sobre o Vale Verde, para vê-lo, favor clicar no link abaixo:

Clicar: [Vale Verde, Betim]

Atividades: Lazer em Família, Descanso, Acompanhar o processo de produção de cachaça.
Descrição breve: É o lugar ideal para proporcionar um passeio agradável e tranquilo para toda a família, com bastante contato com a natureza e diversas atividades de lazer. Também possuem uma adega que produz a Cachaça do Vale Verde. Está bem pertinho de BH, a apenas 42km de distância.
Não deixe de Visitar: Viveiro de Lóris, Tirolesa.
Quando ir: Qualquer época do ano.
Permanência: Apenas 1 dia já é suficiente para ter um dia especial. Com 2 dias completos você conseguirá ver todas as atrações do Vale Verde.


- Serra do Cipó, Santana do Riacho -


Lu está contemplando a Lagoa da Lapinha vista de cima da Serra do Abreu
Navegando em Canoa Canadense pelo Rio Cipó
Nós na Beirada do Penhasco, com vista para a Cachoeira do Tabuleiro, maior cachoeira de Minas Gerais
Fiz um post especial sobre a Serra do Cipó, para vê-lo, favor clicar no link abaixo:

Clicar: [Serra do Cipó]

Atividades: Descanso, Turismo Ecológico, Trilhas, trekking, escalada, passeios de caiaque ou canoa e outros esportes radicais.
Descrição breve: A Serra do Cipó é uma área bem extensa que reúne muita vegetação, paisagens espetaculares e muitas cachoeiras, é o local ideal para caminhar por trilhas ou realizar esportes um pouco mais radicais.
Não deixe de Fazer: Passeio para a Cachoeira do Tabuleiro, Navegar de Canoa Canadense pelo Rio Cipó.
Quando ir: Preferencialmente de Maio a Junho, época da seca. Evite o período chuvoso, entre Dezembro e Março. Nessa época as chuvas ficam mais intensas e se enche o volume dos rios e cachoeiras, o que representa perigo, a circulação pelas estradas locais também fica mais prejudicada.
Permanência: Fim de Semana (caso não realize nenhum passeio ou apenas 1 passeio). Caso tenha um tempo curto o seu período de permanência cabe muito bem em algum feriado prolongado - mas sua permanência por aqui vai durar mesmo é de acordo com a quantidade e tempo gasto dos passeios escolhidos.


- Macacos, Nova Lima -



Situado entre montanhas, matas e cristalinos cursos d’agua. Depois de um espetacular declive de 300 metros à esquerda da rodovia BR 040, ( Belo Horizonte / Rio ) avista- se o antigo distrito, quase no centro do território do município de Nova Lima. Aqui em Macacos você pode desde tirar um fim de semana para descanso ou se aventurar, percorrendo trilhas, conhecendo cachoeiras, praticando Trekking ou andando de Montain Bike.

Informações de Transporte:
http://www.guiamacacos.com.br/transporte.html

Fonte Pesquisada:
http://www.guiamacacos.com.br/localizacao.html

Outra ideia bem interessante é visitar ao menos uma das grutas que estão próximas de BH:


- Sete Lagoas: Gruta do Rei do Mato -


Gruta do Rei do Mato
- Codisburgo: Gruta de Maquiné -

Fiz um post especial sobre essas grutas, para vê-lo, favor clicar no link abaixo:

Clicar: [Roteiro das Grutas de Lund]


DICAS: Saindo de BH

Depois de conhecer tantos lugares de Bel Zonte e seus arredores, ou apenas um pouquinho, caso tenha ficado pouco tempo, uma boa pedida é partir de Belo Horizonte para outras cidades mineiras, mesmo que estejam um pouco mais distantes, certamente valerá a pena.

Não vou me ater a explicar todos esses destinos porque senão esse post não acabaria, então minha ideia aqui é ajudar um pouco mostrando alguns dos principais meios que você poderá usar para sair de BH caso não esteja de carro.


Rodoviária de Belo Horizonte:



Pra quem não está de carro, certamente a melhor forma de ir para outras cidades mineiras é usando os ônibus da Rodoviária de Belo Horizonte. Localizada no Hipercentro de BH, é bem fácil de chegar até ela.

Terminal Turístico JK:


Outro lugar que pode ser bem interessante é o Terminal Turístico JK, localizado próximo da Praça Raul Soares, você gastará poucos minutos andando a pé a partir da Rodoviária, por ali existem diversas agências de turismo que fazem com que esse terminal funcione como uma espécie de mini-rodoviária. Se estiver passando por perto vale a pena dar uma olhada, pode ser que você encontre um destino bem barato (às vezes até em outro Estado) e possa aproveitá-lo para enriquecer mais a sua viagem.

Sesc Serviços Centro:


O turista ainda conta com o Sesc Serviços, localizado no Centro de BH e bem próximo da rodoviária. Observe alguns roteiros do SESC-MG, que sempre oferece promoções e muitas vezes o preço está bem em conta, dependendo da promoção pode ser que o valor fique mais barato do que fazer tudo por conta própria, principalmente se for algum passeio de um dia ou de fim de semana. E vale ainda lembrar que os comerciários recebem 15% de desconto no SESC, o que certamente é uma grande vantagem.



Se tiver gostado desse Relato e deseja conhecer outros, clique na Coleção abaixo e veja os que você achar mais interessantes:


TudoRoch@
Boa sorte a todos e que tenham uma excelente viagem por essas bandas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo