Menu Principal

terça-feira, 22 de setembro de 2015

São Paulo: Campinas, Holambra, Monte Sião (MG), Serra Negra, Pedreira e Atibaia - Parte 1

Aqui estou postando o relato da viagem que fizemos para a Expoflora, em comemoração aos meus 3 anos de namoro com a Luciana.


Confira como foi esse passeio e conheça mais de perto essas incríveis cidades paulistas.


RELATO DA VIAGEM

Bom dia,

Alguns meses antes de realizar o passeio sentei no meu laptop com a Luciana e pesquisamos juntos para onde iríamos na nossa próxima viagem [A Lu estava reclamando que eu sempre escolhia os destinos sozinho, sem consultá-la [realmente ela estava certa nisso e ainda por cima, vez ou outra eu escolhia alguns destinos que ela não gostava muito e nisso fazia com que ela passasse por muitos perrengues!] - por isso fiz questão de procurar um bom destino junto com ela] e ficamos entre duas opções: SESC Juiz de Fora/MG com Petrópolis/RJ ou Holambra/SP pela São José Viagens.

Ela preferiu o passeio para Holambra porque ama flores e como boa apreciadora, com certeza se sentiria como um verdadeiro mosquito na bosta nesse local, outro fato que pesou de não escolhermos Petrópolis e o Rio foi que em Abril já demos uma pequena passada por lá, assim não repetiríamos um passeio do Estilo Sol e Praia em um período tão curto de tempo.

Escolhi Setembro como data dessa viagem porque no dia 01/09 faríamos três anos de namoro e achei o roteiro disponibilizado por eles perfeito para ela, pois o foco era flores e compras, duas coisas que a Lu gosta bastante.
Antes de realizar o passeio até cheguei a cogitar em ir por conta própria, mas ao pesquisar achava os valores muito fora de mão e ainda era só para Holambra. Como a promoção da São José Viagens estava realmente boa, preferi fechar o pacote com eles, pois pudemos conhecer várias cidades, nos divertimos bastante, com muito conforto e segurança.

Tivemos a oportunidade de aprender um pouco sobre a cultura holandesa mesmo estando no Brasil e como teve muito mais coisas incluídas no pacote [como alimentação em alguns dias], isso reduziu um pouco meus gastos extras e pudemos nos concentrar melhor na viagem propriamente dita.

Com tudo feito, acabou que nosso roteiro ficou assim:


MEU ROTEIRO

Quinta, 10 de Setembro de 2015
[22:00h] Viagem de Ônibus do Terminal Turístico JK (Belo Horizonte) para São Paulo.

Sexta, 11 de Setembro de 2015
[7:00h] Chegada no Hotel, em Campinas - SP;
[Parte da Manhã] Passeio Turístico em uma Fazenda de Crisântemos;
[Início da Tarde até Final da Tarde] Expoflora, em Holambra - SP.

Sábado, 12 de Setembro de 2015
[Final da Manhã até Início da Tarde] Compras em Monte Sião - MG;
[De 14:00 às 16:00h aprox.] Compras em Serra Negra - SP;
[Final da Tarde] Passada bem rápida em Pedreira - SP.

Domingo, 13 de Setembro de 2015
[Parte da Manhã até Início da Tarde] Festa das Flores e Morangos de Atibaia - SP.
[Aprox. 22:30h] Chegada no Terminal JK, em Belo Horizonte;
[Aprox. 23:30h] Chegada na Minha Casa.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Agora começarei a descrever o relato propriamente dito:
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Quinta-feira, 10/09/2015

Acordei não tão cedo como o de costume [porque estava de férias no serviço], fui até a Academia de manhã, almocei e resolvi algumas pelejas que ainda precisava [como fazer o curso de inglês]. Feito tudo, fui ao Terminal Turístico JK, no Centro de Belo Horizonte, lá encontrei a Luciana novamente e ficamos aguardando o horário de Saída do Ônibus da São José Viagens.





Quando deu 22:00h, guardamos as nossas malas, entramos no ônibus e partimos rumo a São Paulo.





Os ônibus da São José são excelentes, muito confortáveis e seguros. Possui banheiro próprio e em todas as viagens disponibilizam um guia, que auxilia o pessoal durante todo o passeio. Apesar disso eu estava com muita dificuldade de dormir e acordava direto durante a viagem, principalmente nas horas que o guia avisava que teríamos as paradas.

Sexta-feira, 11/09/2015

Às 00:14h realizamos nossa primeira parada, no Graal Oliveira, ainda em Minas Gerais.





Às 3:38h fizemos nossa segunda parada, no Graal Bela Vista (MG). Ali avistamos um cartaz bem legal de um dos lugares que passaríamos durante o passeio, Atibaia (SP). [Mas só fui lá no nosso último dia da viagem]





Chegamos no Nacional Inn por volta das 7:00h da manhã.





Aqui guardamos nossas coisas, nos arrumamos, tomamos um banho, lanchamos e partimos pouco depois das 9:00h. Abaixo estarei colocando como eram as nossas acomodações, que superaram e muito, todas as nossas expectativas, achei tudo realmente muito luxuoso.













Nosso quarto era muito amplo, possuía uma cama bem confortável, closet, sofá, mesinha para computador e até banheira. Essa era a vista que a gente tinha da janela do nosso quarto:




- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

CAMPINAS, SP


Campinas é um dos principais pólos de negócio do país, possuindo uma grande concentração de multinacionais, institutos de pesquisa e universidades. Para o público que viaja a trabalho há hotéis modernos e restaurantes sofisticados. Porém também é possível viajar para lá a lazer, pois existem bons programas de fim de semana, como passear pelos parques.

No Bosque dos Jequitibás, as caminhadas são feitas em meio a árvores que formam verdadeiros túneis. O espaço oferece ainda playground, lanchonetes, museu de répteis, aquário e um pequeno zoológico. Já o Parque Portugal é procurado pela turma da corrida, que encontra uma excelente pista às margens da Lagoa do Taquaral. Quadras poliesportivas e rinque de patinação completam as opções de atividades físicas.

Se estiver viajando com crianças, não deixe de fazer o passeio de Maria-Fumaça (que ocorre aos sábados e domingos). O trem parte da estação Anhumas e leva à Jaguariúna. São três horas de viagem – ida e volta - com direito a monitores que contam a história das locomotivas e da ferrovia, além de detalhes do caminho e das fazendas da região.

Além de Shopping Centers e de conhecer os parques, o turismo em Campinas também conta com várias opções de ecoturismo e aventura, com atividades como RaftingPasseio de BalãoPasseios e Trilhas de QuadricicloKartArvorismo Tirolesa.

Como chegar em Campinas:

Link (Turismo de Aventura e Ecoturismo em Campinas):

Fontes Pesquisadas:

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


- HOLAMBRA, SP -

Como dito, partimos para Holambra (SP).









Chegamos em Holambra às 10:00h, mas apenas compramos os ingressos da Expoflora e do Passeio Turístico para a Fazenda de Crisântemos, que preferimos realizar primeiro.









Pegamos o ônibus disponibilizado pelo evento e seguimos até a Fazenda de Crisântemos, no percurso avistamos muitas casinhas bonitas, lagoas e uma paisagem bem linda, com arquitetura sempre baseada na cultura holandesa.











Durante o percurso era contado um pouco da história e de algumas curiosidades de Holambra pelo rádio do ônibus. Por fim, chegamos ao nosso destino: a Fazenda Terra Viva, fundada em 1959 por uma colônia de holandeses, que resistiu ao tempo e se tornou uma grande produtora nos tempos atuais, possuindo mais de 12.000 hectares plantados nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Ceará e Holanda.

O passeio pela fazenda é bem rápido e nele os visitantes podem apreciar os campos floridos:















Os vasos de flores e ornamentos:

















E também os jardins verticais:













Ainda possuíam sementes e alguns incrementos para a plantação.





Uma curiosidade bem interessante é que as flores de crisântemos podem ser programadas para florir em datas especiais com o uso de luzes artificiais. No inverno, quando os dias são mais curtos eles usam luzes artificiais para manter as plantas em estado vegetativo para um crescimento mais vigoroso e no verão, onde os dias são mais longos, eles podem usar cortinas pretas para escurecer o ambiente, fazendo com que as plantas deem flores.





Feito o passeio, voltamos ao ônibus e seguimos novamente para a Expoflora.







Aqui encontramos mais duas peculiaridades interessantes sobre a cidade e seus costumes: Em muitas casas há a inscrição de uma única frase nas casas, que nem sempre são entendidas por todos, mas que têm a ver com a história de vida do próprio morador. Esse por exemplo, colocou a inscrição "KREK WA'K WOU", que em holandês significa "Era Tudo o que eu Queria" [Morar numa casa linda de frente para a lagoa, que mais parecia o mar]. Os filhos dele colocaram outra inscrição ao lado da casa dele, que significava "Nós Também!". Outra coisa curiosa é que a maioria das placas de trânsito, telefones públicos e muitos objetos da cidade possuem formatos de flores.

Ainda no ônibus pudemos avistar mais de perto o Moinho dos Povos Unidos, o maior moinho da América Latina.



 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

HOLAMBRA, SP
Festival das Flores - Expoflora



Localizada no interior de São Paulo, Holambra é o principal polo produtor de flores e plantas ornamentais do Brasil, correspondendo por quase metade da produção e comercialização nacional de flores e plantas ornamentais, a cidade, fundada por imigrantes holandeses na segunda metade do século passado, há mais de 33 anos sedia a Expoflora – o maior evento de flores da América Latina.

A exposição acontece todos os anos e reúne flores e plantas ornamentais cultivadas por mais de 300 produtores. É uma ótima oportunidade para quem gosta de admirar a arte em arranjos florais. Nesse ano (2015) teve como tema Flores, Sabores e Sensações. Entre as atrações fixas estão, também, a Mostra de Paisagismo e Jardinagem, com o tema Frutos do Jardim; as tradicionais Parada das Flores e Chuva de Pétalas; o Passeio Turístico por Holambra que inclui a visita a um campo de flores; as danças típicas; o Shopping das Flores e a culinária holandesa, além de parque de diversões, mini-sítio e visita ao Museu de Holambra.

No link abaixo está descrito as atividades principais que ocorrem na Expoflora:

Fontes Pesquisadas:


Curiosidade:

- Holambra é uma antiga colônia holandesa e seu nome é a junção das palavras Holanda, América e Brasil. A cidade mantém as características, os costumes holandeses e inclusive a culinária, também divulgados durante a Expoflora.

Fonte Pesquisada:

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Voltamos para a Expoflora novamente e dessa vez entramos pela bilheteria.















Ainda na entrada já é possível avistar vários arranjos florais e até alguns carros decorando o ambiente. O primeiro salão que vimos era muito grande e possuía diversas barraquinhas que vendiam as mais variadas coisas, mas preferimos passar direto por ali pra procurar algum lugar para almoçar, assim vimos uma área bem ampla com muitos restaurantes, lojinhas, jardins e muitas, muitas pessoas mesmo [Holambra é uma cidade muito turística e foi projetada para receber milhares de visitantes por dia durante o Festival das Flores].












Estava havendo até uma pequena passeata com alguns mascotes da feira na hora, a Lu não resistiu e tirou foto com o Ype.


Nós almoçamos no Restaurante Tulipa. Que possuía algumas coisas da culinária típica holandesa, como o Joelho de Porco [que não comi porque a Lu falou que eu certamente não iria gostar] e o Chucrute, que é uma espécie de repolho em conserva com um pouquinho de pimenta usado pelos holandeses, que resolvi colocar no meu prato.





Com o estômago forrado, a primeira coisa que fizemos foi entrar na Mostra de Paisagismo e Jardinagem para ver um pouquinho do que Holambra tinha a nos oferecer visualmente.

Mostra de Paisagismo e Jardinagem

Nessa ala mostravam diversos tipos de decorações para jardins, alguns até com pequenos laguinhos.














Nesse lindo lago também havia muitos peixes.



Mas não para por aí, muitas vezes também tinham obras de artes e até mobiliários inteiros para jardim nessa amostra:









Os organizadores do evento tomaram todo o cuidado possível, mesmo nos pequenos detalhes e nas coisas mais simples, como na disposição dos mini-cactos, os detalhes da estátua e o réptil em cima das pedras, nas fotos abaixo:







E também fizeram bom uso dos jardins verticais, além de sempre aproveitar as melhores características do que pretendiam para harmonizar melhor o ambiente.































Saindo dali aproveitei e pedi a Lu para tirar uma foto minha com uma pintura artística ao fundo.



Próximos dali entramos em outra galeria:

Exposição de Arranjos Florais

Aqui dispuseram flores e mais flores em diversos tipos de arranjos, sempre muito lindos.



































Os arranjos florais em formato de arco da saída dessa galeria por si só tinha uma beleza espetacular.



Clique no Botão AQUI ou no abaixo para ver a próxima parte do relato:


Clicar: [PARTE 02]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo