Menu Principal

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

São Sebastião do Paraíso - MG [04 a 10 de Outubro de 2015] - Parte 05


São Sebastião do Paraíso - MG


Se tiver caído aqui direto e desejar voltar para o Início do Relato, clique no Botão abaixo:

Clicar: [PARTE 01]

Agora estarei continuando com o Relato da Viagem que fiz para São Sebastião do Paraíso (MG).

[[[MELHORAR A POSTAGEM]]]





- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Sexta, 09/10/2015

Eu nanando na boa, de repente assustei com o barulho e acordei, era meu colega [que tinha saído para beber quando a gente foi jantar e só voltou nesse horário]. Comigo acordado ele falou para irmos na sacada do 2º andar para ver como a cidade era bonita. Até tentei tirar algumas fotos e apesar da vista realmente estar muito linda, minha máquina é péssima para tirar fotos à noite, então só essa ficou boa:


Assim que apreciei a vista voltei a dormir, mas assim que acordei resolvi fazer a mesma coisa que tinha feito de madrugada.





Ainda de manhã bem cedo, fui lanchar no hotel.




Hora de fazer a mesma coisa que fizemos durante toda a semana, seguimos para a Praça dos Imigrantes, ligamos as coisas, colocamos a lona da tenda para o alto e esperamos os visitantes.




O evento ainda nem tinha começado mas já deu pra avistar os primeiros visitantes ao longe.


As professoras aproveitaram que ainda estava cedo e tiraram uma boa foto das suas turmas.


Essa sexta-feira foi um dos dias com menor movimento, mas infelizmente os alunos da manhã estavam agitados demais, não se comportavam bem e chegaram até a quebrar um dos equipamentos do museu, devido ao mau uso.




Algo que achei bem legal aqui foi que também recebemos alunos da inclusão, nesse caso, surdo-mudos. Então eu explicava e o professor traduzia para a língua de sinais.



E continuando com as exposições:







Um fato curioso e interessante: Se você jogar alguma luz sobre o experimento do Túnel Infinito, perceberá que verá ele ainda mais fundo.


Mais fotos das exposições:





É!!! Não teve jeito!!! O experimento da Condução Humana não resistiu dessa vez! Teve que ser empacotado e levado de volta.




A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso foi bem organizada e em todos os dias seguiam uma programação, em que haviam diversos eventos oferecidos por eles ou pelos próprios alunos das escolas, com direito a teatro, palestras e apresentações, além das exposições daqueles que foram convidados por eles, a exemplo o Museu Itinerante.


Pra que o serviço de desmontagem não ficasse tão pesado na parte da tarde, aproveitamos que o movimento estava baixo e já começamos a desmontar o portal, que é sem dúvida o objeto mais pesado e difícil de transportar do Museu.







Já tinha acostumado tanto com o portal ali que achei até estranho quando ficou sem ele.


Às 11:30h fechamos, pegamos a van e fizemos nossa última refeição no Minas Grill, que tinha uma comida tão boa que até deixa saudades!



Assim que almoçamos pegamos a van novamente e voltamos para o Hotel, ali só tive tempo de me arrumar e pouco depois já estávamos de volta nas exposições.



De tarde foi bem tranquilo porque tivemos poucos visitantes e fecharíamos mais cedo, às 15:00h, pois teríamos de desmontar as coisas e colocar tudo de volta no caminhão. Seguem-se algumas fotos das exposições externas [não pude tirar de dentro do caminhão porque não trabalhei lá dentro em nenhum dos dias da semana].








Um experimento bem interessante e que o pessoal gosta muito de tirar fotos dele, é esse do Manequim do Corpo Humano, em que basicamente são demonstrado os órgãos humanos em tamanho real dentro do nosso corpo.



Se ficar difícil de saber qual é qual órgão na imagem acima, veja no desenho abaixo:

Diagrama do Corpo Humano
Continuando com o corpo humano, outro experimento interessante é o do Coração Gigante:




Nas feiras normalmente são mostrados dois corações gigantes,no maior dá pra se ver com facilidade a parte de dentro, já no que é um pouco menor o visitante pode observar melhor a parte externa do coração.

Já imaginou como funciona o seu coração? Para aprender melhor veja o vídeo abaixo:



Outro experimento que se destaca bastante devido ao seu tamanho é o Ouvido Gigante, e aí? Já pensou como ele funciona?


Numa explicação o mais resumida possível, seria assim: o ouvido capta o sinal sonoro, que passa pelo canal auditivo (observem esses ossinhos vibrando, quando o barulho é muito alto a gente sente dor por conta deles, que vibram mais do que deveriam), e assim nosso tímpano transforma esse sinal sonoro em sinal elétrico, que leva essa informação até o cérebro que finalmente interpreta esse som.



Para fechar sobre os órgãos com chave de ouro, sabemos que estamos muito acostumados a ver nossos órgãos internos, mas já imaginou como eles ficam ajustados em outros animais? Essa é a ideia dos Animais em 4D, que você pode ver abaixo:








Dado 15:00h, começamos a desmontar as coisas mais leves enquanto esperávamos os carregadores.










Depois de tanto guardar e retirar as coisas, já dava pra perceber como estava ficando o nosso serviço, entretanto ainda faltava muita coisa.









Enquanto um grupo colocava as coisas próximas do caminhão, outro grupo pegava o que já estava ali e levava para dentro do caminhão. Eu ajudei principalmente no primeiro grupo, mas em alguns momentos também ajudava esse segundo grupo. É assim que as coisas vão ficando dentro do caminhão:





Finalmente estava faltando poucas coisas, nos juntamos e fizemos um sistema de formiguinha para colocar as mesas na parte da frente do baú do caminhão.


Com tudo em seu devido lugar, faltava só fechar as rampas do caminhão.



Última coisa que precisávamos fazer, guardar essas hastes [que são usadas para dar o sustento a Sala 3D, que fica dentro do caminhão].



Olhando pra área que tínhamos trabalhado durante toda a semana, nem dava pra imaginar o tanto de coisas legais que tinha por ali.


Na verdade ainda faltavam algumas coisas, como prender os cintos para as caixas não caírem, mas isso ficou a cargo do caminhoneiro. Então, finalmente partimos! Fim das Exposições nessa cidade!


A maioria do pessoal foi pro hotel para tomar um bom banho. Eu por exemplo, estava preguento porque tinha andado muito e realizado bastante esforço físico e esse foi sem dúvida o dia mais quente dos que presenciei em São Sebastião do Paraíso. Após tomar um bom banho fiquei ali descansando e mexendo no computador.

Meu colega de quarto chegou pouco tempo depois porque ficou ajudando o motorista. Assim que ele banhou foi dormir, Chegou até a combinar comigo que iríamos comer um bolo no Restaurante Curió, que ele tinha encomendado para o aniversário de uma das meninas, e foi dormir.

Fiquei esperando ele, esperando, esperando, até que deu umas 20:30h. Mas cansei de esperar e fui até o restaurante comer porque ele não estava se levantando. Tentei até ligar da recepção do hotel para ele mas não teve jeito, o cara apagou mesmo [Afinal, tinha dormido menos de 2 horas do dia anterior para esse dia] e fui ao Chopani jantar. Eu estava com tanta dor na consciência que a comida nem estava com aquele gosto especial e até cheguei a esquecer minha máquina, mas por sorte, no finalzinho da minha janta ele apareceu lá e animou o pessoal novamente.

Dali fomos para o Curió e a aniversariante ficou muito emocionada com o bolo e os parabéns, e alguém até aproveitou para tirar uma foto da equipe reunida.


Não bebo cerveja, mas fraquejei no refri e acabei tomando três latinhas. Ao voltar pro hotel terminei de organizar minhas coisas e colocar o que restava na mala e fui dormir, no outro dia teríamos apenas de regressar para o nosso lar.


Fim do dia.

Sábado, 10/10/2015

Para que todo o sábado não fosse perdido no translado de volta. tivemos de acordar bem cedo, a ideia era sairmos às 4:45h, então levantei super cedo (às 4:00h) e segui com meu colega para a recepção do hotel.



Mas muitos dos nossos colegas ainda não tinham acordado e isso nos atrasou um pouco, acabou que só conseguimos sair próximo das 5:10h. Veja como o céu estava nessa madrugada:



O trânsito estava totalmente livre e por isso a van seguiu muito rápido, às 7:30h fizemos nossa primeira parada, novamente na Churrascaria Brazinho. Não comprei nada de lá porque já tinha separado uns biscoitos para a volta.



E continuamos seguindo a viagem.


Ás 9:35h demos uma parada bem rápida para sair uma das pessoas que ficariam pelo caminho.


E às 10:15h fizemos outra parada rápida para sair outro membro do Museu Itinerante.


E seguimos viagem, dessa vez direto e sem nenhuma parada.




Próximo das 11:00h cheguei onde eu precisava, desci na Br e fui andando arrastando a mala e minhas coisas até chegar em minha casa, já a van continuou seu caminho até a UFMG, em Belo Horizonte.




Finalmente em casa, a primeira coisa que fiz foi guardar as roupas sujas, depois tomei um banho, guardei as coisas que ainda precisavam ser guardadas e claro, tirei a foto com as conquistas da viagem:


Assim que guardei o souvenir que tinha comprado, aproveitei e tirei uma foto pra mostrar como minha coleção está ficando agora. Ainda não tem tantas coisas como eu desejo, mas já está começando a ficar legal.


Viagem finalizada. Até a próxima!

[O__O]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo