Menu Principal

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Porto Seguro - BA [09 a 16 de Janeiro de 2016] - Parte 02

Agora estou continuando com o relato da segunda parte da nossa viagem para Porto Seguro, na Bahia.


Nesse dia tivemos a oportunidade de conhecer a Praia de Pitinga e a tarde fomos ao Centro de Arraial 'Ajuda.


Se tiver caído aqui direto e desejar voltar para o Início do Relato, clique no Botão abaixo:

Clicar: [PARTE 01]

Continuando...

Segunda, 11 de Janeiro de 2016

Assim que acordamos, resolvemos tomar nosso café da manhã, mas sem o suco já que o suco daqui estava bem ruinzinho.


Nesse dia conheceríamos a praia de Pitinga, em Arraial D'Ajuda, distrito de Porto Seguro, um pouco mais distante e muito mais bonita do que a que estávamos ontem. Assim que a Van da Coconut chegou começamos o trajeto pra ir até esse lugar especial.





Após andar pela estrada por algum tempo chegamos na área das Balsas.
Obs.: Daqui também é possível ir para a Ilha dos Aquários, ideal para quem gosta de agito, curtição, muita música e bebidas alcoólicas.

Depois que o guia fechou as contas que precisava atravessamos o rio de Balsa.







Essa é a Balsa que os veículos utilizam para atravessar o rio.
Voltamos todos para a Van e ali chegou uma pessoa, possivelmente estrangeira, desesperada porque tinha fechado pacote com qualquer um e não sabia o que fazer, após o motorista se desculpar com ela [afinal, ele não é da agência que ela fechou o pacote] continuamos na estrada até chegar em Arraial d'Ajuda.





Em Porto Seguro também há a opção de visitar Parques Temáticos, mas preferi não ir nesse tipo de lugar com a Lu por causa do Sol. Certamente se eu passasse um dia por aí ficaria igual um camarão tostado no outro dia. Emfim, chegamos a Praia de Pitinga, em Arraial d'Ajuda, saímos da Van e andamos mais um bocadinho até chegar na nossa barraca.






Essas coisas marrons na beirada da praia, que parecem um pouco feias, na verdade são plataformas coralíneas e abrigam algumas criaturas marinhas como peixinhos, caranguejinhos e também muitos ouriços, que adoravam ficar escondidinhos nas frestas do recife. Como a Lu não estava muito animada eu resolvi explorar um desses recifes perto de nós sozinho.






Essas coisas, que mais se parecem um tufo preto peludo são os ouriços:


Essa praia é muito bonita e gostosa de ficar, a água não é gelada e na hora que estávamos aqui as ondas não estavam tão fortes.


Na volta ainda dei a sorte de encontrar pequenos caranguejinhos, nem todas as fotos ficaram boas porque eles são muito ariscos, se assustam quando nos veem e batem no pé em retirada [andando para trás ou de lado, que é bem engraçado] ou então se escondem nas frestas e buraquinhos que não possuem ouriços.


Essa espécie que se desenvolveu nesses recifes é bem camuflada e se olhar sem atenção quase não conseguimos perceber o caranguejo, agora estou dando um zoom na foto acima:

Achou ele?
Voltando achei mais alguns e até parei pra tirar uma foto bem legal em cima desse recife.



Também achei muitos peixinhos, mas as fotos não ficaram boas e não dá pra perceber eles na paisagem. Assim que voltei compramos uma água de côco da Barraca do Genézio para nos refrescar, esse dia também estava muito quente e eu estava suando bastante.


Pouco depois das 10:00h caminhamos com o guia da Coconut para conhecer as Falésias.




Aqui também tem um rio que é muito gostoso, os visitantes [e nós também, que passamos por ali depois, adoramos!].



E continuamos a andar até chegar nas falésias.




Pessoalmente, não gosto muito de agito, então esse tipo de lugar é muito mais interessante e gostoso pra mim do que lugares cheios de multidões e com muito barulho e burburinho. Chegamos nas falésias, mas primeiro a Luciana fez questão de criar uma nova utilidade para a Canga dela, fazendo ela virar uma sacola pra levar nossas coisas.


Esse guia era muito bom, amava de verdade a Bahia e conhecia tudo sobre o local, desde os melhores locais pra fazer as coisas e até mesmo as belezas escondidas por aqui em Porto Seguro. Primeiro adentramos um caminho de terra para chegar ao lugar certo.



Falésias são escarpas, na verdade marcas, que determinam onde o mar foi capaz de alcançar no passado remoto, a milhões de anos atrás. Dá pra perceber bem observando as cores diferentes em cada camada das rochas.




Dica de moda: não use um Short de Banho quase da cor da camisa, fica parecendo que você está usando um maiôzão, tipo eu nessa foto!
Na volta avistamos algo bem legal, um grupo de caras que estava praticando parapente nessa praia. O preço é bem caro [cerca de R$ 240,00 nos valores de 2016 por visitante, se não me engano], mas a experiência certamente é incrível.




E fizemos o caminho de volta, mas paramos pra nadar bastante no rio Pitinga, que fica quase que de frente para o mar.



Aqui estava tranquilo e bem vazio nessa hora, então deu até pra deixarmos nossas coisas na beirada do rio sem que ninguém pegasse nada. Gostamos demais, a água é muito gostosa e o rio não é fundo, ideal para pra quem não sabe nadar como a Lu ou para  quem está com crianças. Deu pra se divertir bastante.

Ao voltar resolvemos comer o Petisco de Peixes e Fritas da Barraca do Genézio, que custou uns R$ 80,00. Mas dessa vez aceitei a realidade que comer na praia é bem caro e que esse seria um dos maiores custos da nossa viagem. Mas já que estávamos aqui o melhor era aproveitar tudo na boa e não ficar passando fome e comendo mal como no dia anterior.


Nosso cantinho era muito gostoso, com boa vista para o mar e aquela brisa bem gostosa batendo no rosto.



Como nosso tempo era livre depois do almoço, resolvemos voltar pro rio Pitinga, que é bão demais da conta sô!!!



E chegou a hora de voltar, nós estávamos até um pouco atrasados e saímos bem apressados, mas demoramos um pouco pra chegar no ponto de encontro porque a maré subiu muito e as ondas estavam tão fortes que chegava até a bater no quebra-mar das barracas pelo caminho.

Aqui também é possível praticar o Banana Boat

Dessa vez fomos até o Centro de Arraial d'Ajuda.



Ao chegar o guia combinou o horário que voltaria pra nos buscar porque um casal com filho simplesmente tinha sumido nessa hora [só me pergunto como alguém erra o caminho e o horário se só tem um lugar pra ir e voltar!]::mmm:






Circulamos um bocadinho pelo Centro, compramos uma ou outra coisa e até achamos a Boi nos Aires, se você não conhece ela está aqui, no Centro de Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro:

Só esqueci de ver o que essa loja vendia.
Andamos até o Shopping d'Ajuda, mas ele tinha poucas coisas interessantes pra nós e muitas lojas estavam fechadas, na volta passamos por uma sorveteria que é meio carinha, R$ 10,00 para apenas duas bolas do sorvete.



Pode ser caro, mas que sorvete gostoso, nunca vi nada assim, bota a Kibom no chinelo facilmente de tão bom, parece uma mistura do melhor mousse que você já comeu na vida com sorvete de tão gostoso. A cada lambiscada a gente dava saia um hummmmm, daquele hummmmm de que delícia!

Ainda no Centro achamos uma Avenida muito boa, chamada de Broadway, que tinha dezenas de lojas, principalmente de artesanatos e roupas, eu que sou colecionador fiz a festa aqui e a Lu também comprou mais umas coisinhas interessantes.


Nosso ponto de retorno era essa Igreja, muito famosa na região, onde os fiéis ou os visitantes podem comprar fitinhas, que simbolizam os desejos que querem realizar, e depois amarrá-las no muro dos fundos da Igreja.



O resultado é espetacular, as fitinhas chegaram a cobrir todo o muro:


A paisagem ali também é muito bonita:

Na verdade, isso é um Eco Resort bem luxuoso.
O povo que estava com a gente se dispersou bastante e ficamos esperando na pracinha, ali um artista estava vendendo pinturas bem legais.


De alguma forma todo mundo se reuniu [até o povo que estava perdido na praia] e fizemos o caminho de volta.



Pegamos a balsa de novo e continuamos nosso caminho até chegar no nosso hotel.



Essa é a Balsa que atravessa os veículos




Chegamos. De noite resolvemos sair mais um pouco para comprar um Requeijão e um Chapéu pra mim, já que tinha começado a queimar meus ombros e a nuca e ainda estávamos somente no segundo dia dos passeios.

Mas não pude tirar nenhuma foto porque a Lu cometeu a peripécia de tirar minha câmera pra ocupar menos espaço e colocou uma sacolinha de supermercado na bolsinha que a gente leva as coisas. Também andamos mais um pouco pela Passarela do Álcool, lá compramos mais algumas coisinhas e voltamos pro Hotel novamente.




Clique AQUI ou na imagem abaixo para acessar a próxima parte do relato:



Clicar: [PARTE 03]

3 comentários:

  1. Olá como vai? Gostaria de saber mais ou menos qual o custo total da sua viagem fora o pacote, isto é, os gastos lá em Porto. Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá como vai? Gostaria de saber mais ou menos qual o custo total da sua viagem fora o pacote, isto é, os gastos lá em Porto. Obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma boa sugestão é você olhar pela CVC ou pela São José Viagens. Assim você conseguirá um bom preço e fará uma viagem tranquila.

      Excluir

Botão Voltar ao Topo