Menu Principal

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Porto Seguro - BA [09 a 16 de Janeiro de 2016] - Parte 07

Último dia da nossa viagem para Porto Seguro, na Bahia. 


Hora de pegar as malas e partir de volta para o nosso Estado: Minas Gerais [na verdade: más ou menos, más ou menos, porque foi a maior peleja voltar para casa!].


[PARTE 07]

Se tiver caído aqui direto e desejar voltar para o Início do Relato, clique no Botão abaixo:

Clicar: [PARTE 01]

Sábado, 16 de Janeiro de 2016

Nesse dia não agendamos nenhum passeio, pois já tínhamos gastado bastante por aqui [certamente fiz a alegria de muitos vendedores, lojistas, ambulantes, garçons, donos de restaurantes, sorveterias e principalmente donos de agências de viagem daqui de Porto Seguro]. Então ficamos encarregados somente de guardar o que ainda faltava em nossas malas, e como a Lu queria ir no salão preferi não marcar nada de importante para esse dia.

Tomamos nosso café da manhã [levando nosso próprio suco novamente porque não gostei de jeito nenhum do suco desse hotel].


Depois de assistir um programa matinal baiano da Globo [esqueci o nome e achei bem chato, preferia ver Globo Rural quando acordava mais cedo durante a semana] e conferir se não estava faltando nada, mais ou menos às 11:40h fizemos nosso Check-Out no Hotel Márlim.





Guardamos as coisas mais pesadas num quartinho, já que nosso voo de volta estava previsto para às 18:00h e sairíamos daqui somente às 16:30h e fomos almoçar em outro Theta's [na avenida principal da Passarela do Álcool existem 3 restaurantes diferentes dessa rede e a Luciana apreciou muito a comida daqui].



Após comer procuramos o Salão de Beleza que ela queria e fiquei esperando ela arrumar o cabelo, só me arrisquei a tirar uma única foto porque o salão estava meio cheio e fiquei com medo dos funcionários brigarem comigo.


Comemos nossa última paleta mexicana de uma sorveteria que estava pelo caminho.


E procuramos um orelhão que estava funcionando pra que a Lu falasse mais um pouco com sua mãe.


Daqui voltamos pro Hotel Márlim, sem antes claro de cair um cocô roxo de passarinho em mim:


Poxa pássaro? Tá querendo estragar a minha camisa nova que comprei ontem em Recife de Fora!!!???


Para matar o tempo por aqui tirei mais algumas fotos do Hotel, eu fiquei lendo uma revista de Viagens bem legal da TAM Linhas Aéreas enquanto a Lu jogava esse jogo traumatizante:







Depois de uma espera longa e bem sofrida, já que dei a bobeira de vestir calça e o calor aqui estava mais forte do que nos outros dias, deu às 16:00h e o povo da Coconut ainda não tinha chegado pra nos buscar, e pra piorar o pessoal que estava conosco [todos com whatsapp e internet] descobriu que todos os voos de Belo Horizonte foram cancelados por conta das fortes chuvas que estavam assolando a região.

O pessoal do nosso grupo ficou louco da vida, todo mundo acessou o manual do consumidor pelos aparelhos celulares e ficaram esperando a guia chegar. Quando ela apareceu quase caíram em cima dela para brigar, fiquei até com dó dela na hora, mas ela desarmou a todos quando disse que o responsável por esse problema era o aeroporto e que o papel deles aqui seria apenas nos trazer de volta para o aeroporto.

Como o gerente do hotel nos disse que o pessoal dos cargos mais altos estava trabalhando para resolver esse problema fiquei bem mais tranquilo, e como resultado dividiram o povo, quem estava em família, principalmente com crianças ficou no Márlim e nós e um casal de mulheres fomos levados para o Bahiabacana Hotel.



Fizemos uma espécie de Check-in provisório e fomos até os nossos quartos porque ao que parecia, todos os voos seriam cancelados e só voltaria a ter voos no domingo.




Nosso quarto estava absurdamente quente e eu suava como um frango no forno, a Lu quase começou a passar mal e olha que tinha um ar condicionado funcionando, além disso a água da privada era laranja [até dei descarga, mas a água era laranja mesmo!], mas pelo menos aqui tinha quase que uns 30 canais diferentes.

Depois de cada um tomar seu banho nos preparamos pra sair pra comer alguma coisa, mas uma das colegas nos avisou que a empresa mudou seus planos e partiríamos às 20:30h para o Aeroporto de Porto Seguro. Nos arrumamos e ficamos esperando no Saguão do Hotel [não sei porque, mas achei a piscina e o saguão com ventilador lotados demais por aqui!!!]



Até passando mal ela não deixa de lado a zueira!
A Van atrasou um pouco, mas ao menos apareceu e nos levou até o aeroporto.




Aqui nos orientaram a ir para o Balcão da Azul pegar nosso Voucher, só não imaginava que o Aeroporto estaria tão abarrotado de gente.




Até esse momento ainda não tínhamos lanchado nada com mais sustança, então após pesar as malas e despachar a bagagem pesada procuramos por uma lanchonete "menos cara" para comer e ficamos somente no Pão de Queijo com Refrigerante, que custou uns R$ 20,00:


Assim que comemos esperamos um bocado fora do aeroporto porque a noite estava quente demais e aproveitamos pra contar a quantidade de ônibus da CVC com clientes furiosos e irritados por conta dos atrasos do aeroporto. O povo estava cuspindo marimbondos pra valer!

E a Lu ainda passando mal resolveu tomar um Dramin pra piorar a situação
E mais próximo do horário voltamos pra dentro do aeroporto, perto da fila onde fazem os desembarques, tivemos de esperar bastante porque nosso voo também atrasou. Sempre que ouvia a moça do rádio ela comunicava que estava saindo algum voo pra Belo Horizonte.


Só conseguimos embarcar no avião às 23:00h, entramos na nossa sala de desembarque e tivemos outro problema, eu não sabia que não podíamos levar as pimentas que compramos e a cachaça que a Lu ganhou na bagagem de mão e fomos forçados a jogar isso fora. [A Luciana ficou uma fera na hora, mas como estava a maior bagunça não teve jeito, ela deixou esses presentes e entrou no avião comigo]



Já nos céus e voando de avião tivemos mais um lanchinho, mas sem aquelas balinhas com formato de avião que eu gosto tanto.


Pegamos um avião a jato, então chegamos nos céus de Belo Horizonte bem rápido, só que o piloto não conseguia pousar no Aeroporto de Confins devido as chuvas. Ele ficou voando em círculos por um tempo e nos avisou que se não conseguisse pousar no Aeroporto da Pampulha iríamos pousar em Campinas (SP).

Por sorte deu tudo certo e pudemos pousar no Aeroporto da Pampulha. Assim que o avião parou todos estavam se levantando desesperados pra ir embora, afinal, chegar aqui foi uma verdadeira labuta.


Mas não adiantava nada, perdemos mais quase meia hora esperando as escadas e quando saímos ainda tivemos de esperar mais um pouco pra poder pegar as malas na esteira.




Domingo, 17 de Janeiro de 2016

Na Bahia não tem horário de verão, por isso perdemos uma hora e tecnicamente já era umas 2:30h do domingo. Como antes de realizar a viagem eu tinha combinado com a Rumo Certo para me buscar, o carro deles estava me esperando na chuva.

Só fiquei receoso em qual seria o valor do deslocamento e do estacionamento, já que o Filipe teve de ficar me esperando por conta desses atrasos, por sorte ele foi gente boa e só aumentou R$ 10,00, fazendo com que nosso translado de volta para casa custasse apenas R$ 130,00 [acho que ficou até mais barato do que um táxi].


A pista estava alagada, chovia demais e o trajeto foi bem puxado, mas conseguimos chegar ao meu lar perto das 3:30h. Aqui, enfim, só trocamos as roupas e fomos dormir exaustos.


Se tiver gostado desse Relato e deseja conhecer outros, clique na Coleção abaixo e veja os que você achar mais interessantes:


TudoRoch@
Acordamos por volta das 8:00h [por insistência da Luciana, que queria ir mais cedo porque estava morrendo de saudade da mãe dela, por mim eu ainda dormiria mais 1 ou 2 horas facilmente]. Comemos um pedaço de pizza do dia anterior pra renovar nossas forças e eu finalmente pude tirar a foto com as conquistas desse passeio:

Conquistas do Passeio:


Souvenires Adquiridos:


E pra terminar, como ficou a minha coleção:

Ainda não são tantos como eu desejo, mas o volume já está começando a aparecer.
Depois disso levei a Lu até o ponto e a despachei em segurança para sua casa:

- Viagem finalizada!


Boa sorte e até a próxima viagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo