Menu Principal

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Natureza Incrível #6 - Abelhas, o Mel da Vida

Entre no mundo das abelhas...


... e saiba como elas vivem, o que fazem, como produzem o seu mel e a sua real importância para nós seres humanos.


As abelhas são insetos voadores, bastante conhecidos pelo seu papel na polinização. São aparentados das vespas e das formigas. O representante mais conhecido é a Apis Mellifera, oriunda do velho mundo e criada em larga escala para a produção de mel, cera e própolis. As espécies de abelhas nativas das Américas (Novo Mundo) não possuem ferrão. A maioria destas pertence à tribo MeliponiniAdulta, uma abelha tem aproximadamente 2 cm, e costumam fazer suas colmeias em árvores, em beirais de telhados e em cavernas.




As abelhas realizam um trabalho muito importante: Colaboram para a polinização das plantas, pois ao se alimentarem nas flores, carregam junto ao corpo o pólen, e levam esse pólen para outras flores, tornando possível a reprodução das mais variadas plantas. As abelhas se alimentam do néctar das flores, que sugam com sua língua.



Para se ter uma ideia: Em um bom dia de trabalho cada abelha consegue visitar até 40 mil flores, recolhendo pólen e depois levando para a colmeia. Para organizar essa trabalhadeira, elas se reúnem em colmeias de até 80 mil abelhas e um pouco menos de 500 zangões. Tudo é comandado pela rainha, que reina por até cinco anos.

As abelhas são tão importantes que há uma estimativa da Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas de que 90% do alimento do mundo é proveniente de 100 espécies de vegetais. E dessas, 71 são polinizadas por abelhas.

Veja algumas espécies de abelhas naturais do Brasil:


Abelha Mandaçaia
Abelha Jataí 
Abelha Mirim
Abelha Iraí
O corpo de uma abelha melífera divide-se em cabeça, tórax e abdome.


As abelhas possuem na cabeça os órgãos sensoriais que lhe permitem saber o que se passa ao seu redor, através dos grandes olhos compostos podem orientar-se em seus voos e distinguir as cores das flores.

Uma abelha normalmente possui cinco olhos, dois são aqueles grandes que todo mundo já conhece, mas ainda possuem mais três pequenos olhos que são usados para medir a luminosidade. E apesar delas não enxergarem o vermelho, seus olhos conseguem algo realmente impressionante: gerar imagens com um zoom de até 60 vezes!

Nas antenas, possuem os sentidos da audição, do olfato e do tato, imprescindíveis quando se encontram na escuridão da colmeia. Pelo cheiro podem reconhecer suas companheiras e detectar seus inimigos.



As abelhas têm dois pares de asas membranosas bem desenvolvidas, sendo o par anterior maior que o posterior.

No abdômen da abelha ainda existe um órgão muito interessante, feito de partículas de ferro e magnetita (mineral magnético), que permite que elas sejam capazes de se localizar em relação ao pólo do campo magnético da Terra, como se esse órgão de metal fosse uma espécie de bússola implantada em seu abdômen. Graças a isso, as abelhas conseguem achar o caminho de casa todos os dias.


Sistema de Defesa: A abelha operária, preocupada com sua própria sobrevivência e encarregada da proteção da colmeia como um todo, possui um ferrão na parte traseira para ataque em situações de suposto perigo. Esse ferrão tem pequenas farpas, o que impede que seja retirado com facilidade da pele humana. [Vale lembrar, claro, que muitas espécies de abelhas não possuem ferrão]

Quando uma abelha se sente ameaçada, ela utiliza o ferrão no animal que estiver por perto. Depois de dar a ferroada, ela tenta escapar e, por causa das farpas, a parte posterior do abdômen onde se localiza o ferrão na maioria das vezes fica presa na pele do animal e, em alguns casos, a abelha perde uma parte do intestino, morrendo logo em seguida. Já ao picar insetos, a abelha muitas vezes consegue retirar as farpas da vítima e ainda sobreviver.

Para fechar nosso estudo sobre as abelhas, assista ao documentário abaixo, produzido pela Prefeitura de São Vicente Ferrer, que mostra como é a vida em sociedade das abelhas e a sua importância para nós seres humanos:



Curiosidades Interessantes:

- São os únicos insetos que produzem um alimento que é consumido pelo homem;
- Poucos sabem, mas existem mais de 20 mil espécies de abelhas e só no Brasil são mais de 3 mil espécies, sendo que a maioria das abelhas nativas não possuem ferrão;
- As abelhas se comunicam entre si através de uma espécie de dança, durante a qual transmitem informações sobre a localização e distância das flores de determinada área;
- Em média, uma abelha é capaz de produzir uma quantidade equivalente a 1/12 de uma colher de chá de mel em toda a sua vida;
- São as fêmeas quem possuem ferrões, e não os zangões;

- As abelhas podem voar a velocidades de mais de 20 quilômetros por hora;
- A quantidade estimada de picadas capaz de provocar a morte de um humano que não seja alérgico é de aproximadamente 1.100 picadas;
- As abelhas operárias sobrevivem durante quatro semanas durante o verão ou a primavera, e até seis semanas no inverno;
- Se nascerem duas abelhas rainhas ao mesmo tempo elas lutarão até a morte, pois apenas uma pode comandar por vez;
- O mel é o único alimento que inclui todas as substâncias necessárias para a sustentação da vida, como vitaminas, minerais, água e enzimas, por exemplo, além de conter um importante antioxidante — a pinocembrina —, associado ao bom funcionamento cerebral;
Com a língua, a abelha recolhe o néctar das flores e o guarda numa bolsa localizada no fundo da garganta. Depois, ela volta para a colmeia e o néctar vai passando de abelha para abelha. A água evapora, o néctar engrossa e se transforma em mel;
- Como uma colmeia abriga até 50 mil abelhas e cada abelha produz 5 gramas de mel por ano, a colmeia pode produzir, anualmente, 250 quilos de mel.



Se tiver gostado e quiser ver mais postagens dessa mesma Coleção, clique no álbum 


Fontes Pesquisadas:




O vídeo é antigo, mas o problema ainda persiste e não foi resolvido!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo