Menu Principal

sábado, 16 de julho de 2016

A criança que foi mãe aos cinco anos, e mais outros casos que o deixarão chocado

O que você verá agora é considerado um dos casos mais raros e absurdos de todos os tempos.

Na foto: Lina de apenas 5 anos com seu filho no colo ainda no hospital
Será mesmo verdade que uma criança de apenas 5 anos ficou grávida e ainda foi capaz de dar a luz a seu filho, outra criança? Confira e descubra a resposta!


O Canal do Youtube "O Curioso" fez uma matéria bem interessante explicando o que aconteceu para que essa menina virasse mãe tão cedo. Assista ao vídeo abaixo e depois se surpreenda com outras verdades que também são bem chocantes.



Ainda não acredita que isso é verdade, acesse o Site do E-Farsas e comprove então:


Mais algumas fotos dessa época:



Lina com seu filho Gerardo quando ainda era pequena.
Lina se casou com Raúl Jurado e deu à luz um segundo filho em 1972. A partir de 2002, o casal estava vivendo em um bairro pobre de Lima conhecido como “Chicago Chico” [Little Chicago]. Infelizmente Gerardo morreu com apenas 40 anos de idade, devido a uma doença na medula óssea.

Lina Medina ainda é viva e tem mais de 80 anos [Matéria publicada em Julho de 2016]. Nunca revelou quem era o pai da criança e até hoje se recusa a falar sobre o assunto.


Lina 28 anos depois do nascimento do filho Gerardo.
Lina com pouco mais de 80 anos.
Bom, se você não conhecia dessa história e se surpreendeu, saiba que este não é o único caso e que existem outros similares pelo mundo.


Por mais que elas não sejam tão jovens quanto a Lina, ainda não deixam de ser apenas crianças.

Gravidez infantil pelo mundo

A cada dia, 5 mil menores de 15 anos dão à luz em todo o mundo. Ampliando o limite para 18 anos, são 20 mil adolescentes, 95% das quais nos países em desenvolvimento. Nessas regiões, uma entre cada cinco jovens fica grávida antes dos 18 anos, resultando em mais de 7 milhões de nascimentos por ano.

Nações como Bangladesh, Guiné, Mali, Moçambique, Níger e Chade possuem uma taxa de 10% desses partos, e na América Latina e no Caribe a taxa de gravidez precoce ainda continua aumentando.


A gravidez infantil muitas vezes acarreta danos à saúde e mais de 70 mil meninas morrem anualmente no mundo devido a complicações durante a gestação ou o nascimento. Entre as principais causas de óbito estão abortos, fístulas obstétricas e doenças sexualmente transmitidas. Para as vítimas fica praticamente barrado o acesso aos estudos ou a uma vida profissional autônoma. 


Adolescente de 15 anos forçada a se casar em Bangladesh.
O índice de gravidez na adolescência diminui ao longo dos anos no Brasil e em contradição, subiu 14 posições no rank na lista de 213 países com fecundidade precoce, fazendo com que o país ficasse na 49ª colocação em 2015.

Acima do Brasil encontram-se principalmente países africanos que têm uma cultura permissível ao casamento infantil, como o Níger, por exemplo, que adota essa tradição e cerca de 71% das mulheres se casam antes dos 18 anos [fazendo deste país o 1º colocado dessa lista].

Comparando os dois:

Níger:
205 a cada mil meninas de 15 a 19 anos deram a luz em 2013.

Brasil:
70 a cada mil meninas de 15 a 19 anos deram se tornaram mães em 2013.

Vale salientar que o casamento precoce não é fator determinante para o índice de gravidez na adolescência, já que o Brasil está 56 colocações acima da Índia e 73 do Paquistão, onde em algumas regiões é permitido o casamento infantil.

No Sudão do Sul, por exemplo, 52% das mulheres se casam antes dos 18 anos, mas são 72 mães em um grupo de cada mil adolescentes, o que coloca o país apenas cinco posições acima do Brasil.

Crianças da etnia Toposa, no Sudão do Sul.
E pra fechar assista a essa vídeo, que mostra o relato de uma menina iemenita de apenas 11 anos que não aceitou uma situação de casamento forçado e fugiu da sua família, e ainda fez um excelente vídeo dizendo tudo o que pensava:



Se tiver gostado e quiser ver mais postagens dessa mesma Coleção, clique no álbum abaixo:



Temos de pensar que nem o apresentador nos disse: aceitar que algo de errado aconteça apenas porque sempre foi assim não é nada normal. Temos de contestar essas coisas e assim poderemos evoluir como seres humanos. Até a próxima!

Fontes Pesquisadas:


Não deixe de ver também:

- Existe algum livro sagrado para os budistas? Clique AQUI ou na imagem abaixo:



- Incríveis Templos Budistas pelo Mundo. Clique AQUI ou na imagem abaixo:



- A curiosa cachoeira submersa das Ilhas Maurício. Clique AQUI ou na imagem abaixo:



- Se surpreenda com a beleza das mulheres do Cazaquistão. Clique AQUI ou na imagem abaixo:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo