Menu Principal

terça-feira, 11 de outubro de 2016

O Día de los Muertos, no Mèxico, um festival cheio de cores

O México é um país cheio de tradições e costumes que fazem dele um país único, e já celebra "el día de la Candelaria", "Reyes Magos", Semana Santa através dos carnavais, entre muitas outras festividades. Mas nosso foco aqui será outro festival único e bem interessante.


Saiba mais sobre a celebração "del Día de los Muertos", ou em tradução literal: "O dia dos Mortos", que apesar de ter esse nome reflete uma identidade cheia de cores, variedade e culto.


Durante o dia 2 de novembro, coincidindo com a data católica do dia de finados, em distintos pontos no Centro, Norte, Sul, Leste e Oeste do país é celebrado o "Día de Los Muertos", uma tradição ancestral cuja origem provém da época pré-hispânica e que se viu modificada após a conquista espanhola.

Apesar de seu tema, essa festividade se celebra alegremente, e embora ocorra em datas próximas ao "Día de Todos los Santos", e do "Día de todas las Almas", ao invés de se sentir medo de espíritos malignos, o clima do Dia dos Mortos é muito mais descontraído, com maior ênfase na celebração, mas ainda assim horando a vida dos falecidos.




De origem indígena, o Dia de Finados mexicano comemora as vidas dos ancestrais, que nessa época voltam do outro mundo para visitar os vivos. Os povos indígenas tinham cerca de um mês inteiro dedicado aos mortos: o nono do calendário asteca, equivalente ao nosso agosto.

Quando os espanhóis chegaram naquelas terras, se assustaram com esses costumes e logo trataram de cristianizar a festa, que teve a data alterada para coincidir com o Dia de Finados católico. O resultado desse sincretismo religioso é uma festa única, que mistura Virgem Maria, crucifixos e vários elementos da crença asteca.

O resultado desse sincretismo religioso é uma festa única, que mistura Virgem Maria, crucifixos e vários elementos da crença asteca.





As famílias preparam verdadeiros banquetes, as pessoas se enfeitam e as crianças se divertem. E um detalhe bem interessante: Se divertem até nos cemitérios. E de noite. E com os mortos!





Nessa celebração, as tumbas são decoradas e os vivos levam oferendas aos mortos. Um dos símbolos mais tradicionais da festa é a caveira doce, feita de açúcar. Essa guloseima é um presente para mortos e vivos, mas não é a única comida típica da época. Vale também levar a comida que o morto gostava, brinquedos para crianças e tequila para os adultos, tudo para animar a celebração.




Outro costume que para muitos pode ser bem bizarro e estranho é que algumas famílias possuem o hábito de abrir os túmulos, retirar os mortos de lá e limpar os restos mortais deles. E depois os colocam nas tumbas novamente para mais um ano de descanso, é claro!

Essa festa dos mortos afeta vários aspectos da sociedade mexicana. Os jornais ficam cheios de charges e quadrinhos de esqueletos e também são comuns as peças de teatro que contam a história de Don Juan Tenório, drama escrito pelo espanhol José Zorrilla y Moral, mas que aparece de várias formas na cultura latina.






É como se os antepassados estivessem vivos em outro mundo, mas não distantes. É possível não só dar uma festa com toda a família reunida, vivos e mortos, mas até se divertir bastante com aqueles que já se foram: Esse é o espírito dessa celebração que agita o México: El día de los muertos.



Se tiver gostado e quiser ver mais postagens dessa mesma Coleção, clique no álbum abaixo:


Ou então nesse mapinha, que te levará a uma espécie de índice onde estão citados todos os destinos do Blog:



E para fechar com chave de ouro, fique com essa animação bem interessante acerca dos costumes dessa cultura tão interessante:



Boa sorte e até a próxima!

Fontes Pesquisadas:

http://papodehomem.com.br/o-dia-dos-mortos/

Não deixe de ver também:

- Boi Garantido vs Boi Caprichoso: A guerra! Clique AQUI ou na imagem abaixo:


- Conheça o Holi, o Festival das Cores da Índia. Clique AQUI ou na imagem abaixo:


- Conheça o Holi, o Festival das Cores da Índia. Clique AQUI ou na imagem abaixo:


- 10 estruturas fora de série feitas pelo homem. Clique AQUI ou na imagem abaixo:


2 comentários:

Botão Voltar ao Topo