Menu Principal

Anúncio In-Article

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Paquistão, abandonados por Deus

O Paquistão é um país asiático com uma situação geopolítica instável e uma situação social alarmante.


Conheça nesse documentário as pessoas invisíveis que as autoridades do país e a população ainda insistem em ignorar.


Primeiramente, vamos nos orientar melhor.


Com uma população superior a 180 milhões de pessoas, é o 6º país mais populoso do mundo, e com uma área de 796.095 km², é a 36ª maior nação do planeta em área territorial.

O Paquistão tem um litoral com 1046 km de extensão ao longo do Mar da Arábia e do Golfo de Omã. O país asiático faz fronteira com a Índia a leste, com o Afeganistão a oeste e norte, com o Irã a sudoeste e com a República Popular da China no extremo nordeste. O Paquistão não tem fronteira com o Tajiquistão, pois estão separados pelo estreito Corredor de Wakhan, pertencente ao Afeganistão, no norte. Também compartilha uma fronteira marítima com Omã.







Após ser colônia britânica, além de travar vários conflitos com a Índia [de maioria hindu], o Paquistão [de maioria muçulmana] se tornou um país autônomo em 14 de agosto de 1947. As tensões entre essas duas nações persistem, sendo, atualmente, a disputa pelo domínio da Caxemira o principal motivo. Os conflitos internos entre muçulmanos xiitas e sunitas agravam ainda mais a violência no país.

O Paquistão é altamente militarizado, possuindo, inclusive, armas nucleares. O país se envolveu em tensões políticas com os Estados Unidos por abrigar integrantes da milícia Talibã, perseguidos no Afeganistão.

Esse histórico de guerras influencia na economia nacional, que até 1947 era de pouca expressividade. Entretanto, o Paquistão tem apresentado um rápido crescimento econômico, com significativos aumentos no Produto Interno Bruto (PIB). O setor de serviços é o principal responsável pela captação de recursos financeiros; a agricultura é outro elemento essencial, visto que ela emprega mais de 50% da força de trabalho do país. Investimentos estrangeiros têm fortalecido os setores de telecomunicações, têxtil, construção naval, indústria bélica, produção de automóveis, entre outros.

Fontes Pesquisadas:


Até o momento você leu informações sobre os dados sociais do país, agora você verá a fundo alguns dos problemas sociais que o Paquistão enfrenta, e que são totalmente desconsiderados pelo governo, o que contribui para que o problema se alastre e se espalhe por todo o território.

Sem mais delongas, assista ao vídeo abaixo, do canal Toda a Verdade:

*********************************************************************************
ANTES DE ASSISTIR, CONFIRA PRIMEIRO SE A QUALIDADE DO VÍDEO ESTÁ NO MÁXIMO.
*********************************************************************************



Clique em alguma das coleções abaixo para conhecer outras postagens do blog:




Ou então AQUI ou nesse mapinha, que te levará a uma espécie de índice onde estão citados todos os destinos do Blog:


Esse é o verdadeiro Paquistão, um país de vida difícil, pobreza extrema e muito caos social, onde as autoridades policiais e governamentais em geral são corruptas e as população de bem preferiram virar os olhos e simplesmente ignorar a triste realidade, em especial a dos jovens, mulheres e camadas menos desfavorecidas da sociedade.










Boa sorte e até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncio In-feed

Botão Voltar ao Topo