Menu Principal

Anúncio Infeed

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Campos do Jordão e Aparecida - SP [04 a 08/01/2017] - Parte 6

Essa é a continuação do passeio que fizemos a Campos do Jordão, em São Paulo.


Dessa vez conheceríamos os Jardins Amantikir.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
Lista de Partes:

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 

Se tiver caído aqui direto e desejar voltar para o Início do relato, clique AQUI ou no botão abaixo:


Clicar: [Parte 1]

Continuando com o relato...

DIA 04 - Sábado [07 de Janeiro de 2017]

Jardins Amantikir

Como o passeio para o Amantikir seria apenas às 9:00h, pudemos descansar um pouquinho mais e acordamos às 8:00h pra nos arrumar. Depois lanchamos e partimos do hotel mais uma vez e fomos até o micro-ônibus que estava nos esperando.





Dessa vez não tivemos nenhum problema porque tanto a empresa contratada quanto os colegas da excursão que participaram dessa vez chegaram no horário certo. Então partimos rumo aos Jardins Amantikir, que fica bem longe da cidade.






O caminho era muito estreito, sinuoso e cheio de curvas, às vezes o micro-ônibus precisava parar, dar uma ré e realizar uma curva bem fechada, além de várias vezes passarmos por subidas bem íngremes. Por esse motivo e pela estrada ser um pouco perigosa é que a São José optou por usar uma empresa contratada ao invés de usar seu próprio ônibus de 2 andares.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
Jardins Amantikir


O Jardim Amantikir está localizado numa área de 35 mil m² e é uma opção para quem gosta de um belo passeio de contemplação de cenários realmente lindos, no alto da Serra da Mantiqueira.

Foi inaugurado em 2007 e possui 22 jardins, que somam mais de 800 espécies de plantas e inspirações de jardins de várias partes do mundo, como Espanha, França, Suíça, Inglaterra, Escócia, México, Canadá, que se integram a paisagem dominada pela mata nativa das montanhas.


Para saber um pouco mais sobre esse incrível lugar, assista a matéria abaixo:



Mesmo estando em uma área bem isolada, o parque chega a receber de 500 a 700 visitantes por dia durante todo o ano.

Fonte Pesquisada:
https://camposdojordao.com.br/lugares-imperdiveis/amatikir-garden/
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 




E depois de mais algum tempo, curvas, viradas, rés para ajeitar o micro-ônibus e mais e mais curvas finalmente chegamos aos Jardins Amantikir. A primeira coisa que chama a atenção é a placa do lugar.


Junto de uma enorme casa da árvore que fica perto dali.



E também a lojinha que vende souvenir, plantas, chapéus e outras coisas, além também venderem água e salgados pra quem estiver com fome.




A Luciana é uma verdadeira entusiasta das flores, então ela ficou com meu celular dessa vez e eu estava usando apenas a câmera, que não estava nas melhores condições [pois toda hora dava um erro no cartão, mas assim que eu desligava voltava a funcionar normalmente].

Passeando com o Guia

Nosso guia da São José disse que poderíamos tanto andar livremente quanto acompanhar o guia do local. Nós preferimos acompanhá-lo um pouco porque assim dava pra saber mais coisas interessantes sobre as plantas e também sobre a história desse local.





O espaço é muito amplo, com natureza por todos os lados e até mesmo simples escadas são enfeitadas com flores e plantas, o que deixa tudo ainda mais bonito. Fomos acompanhando o guia do Amantikir e tirando muitas fotos pelo caminho.










A Luciana estava muito atenciosa e não deixou de lado nem as pequenas flores.


Como o grupo era grande e estava bem dispersos às vezes quase não conseguíamos ouvir o que o guia estava falando, então nos focamos bastante em tirar muitas fotos desse lindo lugar.











Pelo caminho avistamos algo bem legal, uma espécie de labirinto de folhas.


Ainda deu tempo pra contemplar o mirante da Serra da Mantiqueira, do alto.


E passamos ainda por uma área bem interessante, que tinha uma espécie de mini-ponte com plantinhas que se assemelhavam muito às Vitórias Régias, só que em tamanho menor [e claro, com outro nome].




Em segredo eu estava levando as alianças de noivado na minha mochila [que por sorte milagrosamente a Lu não conseguiu encontrar, pois em alguns momentos ela chegou até a pegar na caixinha que eu tinha guardado as alianças, mas sem perceber o que havia ali dentro], e depois que passei por essa ponte resolvi que aqui seria o local onde eu a pediria em casamento [assim que acabasse o passeio com o guia]. Então tentei memorizar um pouco como se fazia para chegar aqui.

Continuando o passeio, íamos acompanhando o guia e tirando mais fotos da natureza do parque.




No caminho tinha até um mirante super bonito, que não resistimos e paramos pra tirar mais algumas fotos.




A Lu estava muito focada em tirar fotos das flores, mas de vez em quando ela aproveitava e também tirava fotos de plantas e árvores que chamavam a atenção dela.



Seguindo, avistamos o arco para entrarmos no Jardim Chinês.


Clique AQUI ou na imagem abaixo para ver a próxima parte do relato:


Clicar: [PARTE 07]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botão Voltar ao Topo

Anúncio In-article